Capa da Publicação

Bright – Executivos da Netflix dizem que a crítica não condiz com a resposta do público!

Por Mike Sant'Anna

Quando Bright foi lançado, tivemos sem sombra de dúvidas uma resposta da crítica que a Netflix definitivamente não esperava, já que o filme foi massacrado pela crítica especializada, e recebeu algumas notas bem baixas no Rotten Tomatoes. Mas os altos executivos da plataforma não estão nem um pouco preocupados com isso, e decidiram externar sua opinião sobre estas críticas.

O site Entertainment Weekly conversou com alguns destes executivos, que se mostraram despreocupados com as notas destes sites, alegando que esta opinião não condiz com a opinião do público.

O Diretor de Conteúdo da Netflix, Ted Sarandos, disse:

“A resposta do consumidor ao filme foi excelente. Toda medida interna diz que é uma dos nossos materiais mais vistos de conteúdo original – que significa séries ou filme – que já tivemos. Se você olhar as críticas [publicadas] no Rotten Tomatoes e IMDB, você vê experiências positivas com esse filme. Os críticos são uma parte importante do processo artístico, mas eles são bastante desconectados das perspectivas comerciais de um filme. A maneira como olhamos para isso é que as pessoas estão assistindo esse filme e amando isso e essa é a medida do sucesso. Se os críticos ficam atrás disso ou não, é um grupo seleto de influenciadores das mídias sociais conversando com um público seleto”.

O CEO da Netflix, Reed Hastings, ainda concordou com Ted Sarandos, utilizando o filme Jumanji como um exemplo de como o resultado doméstico dos filmes nos EUA não podem ser tomados como um indicador universal do sucesso de filmes. O que aqui no Brasil nós também experimentamos com o filme Liga da Justiça, que nos EUA foi mal, porém no Brasil teve um grande sucesso de bilheteria. Reed disse que:

“Do ponto de vista dos investidores, você quer se concentrar em coisas como… Jumanji, os críticos estão bastante desconectados do que funciona com a massa, especialmente quando lembrado internacionalmente neste momento. A maioria das críticas que você lê são em inglês e geralmente apenas nos EUA.”

A Netflix levou tão pouco à sério essas críticas que um segundo filme já foi inclusive encomendado.

Veja imagens de Bright em nossa galeria:

Bright já está disponível na Netflix.

Imagem de perfil
sobre o autor Mike Sant'Anna

Eu sou o melhor no que eu faço, mas o que eu faço... É bem retardado.