Capa da Publicação

Atriz de Smallville é presa nos EUA por envolvimento em seita bizarra!

·
Por Felipe Vinha

Allison Mack, atriz que viveu Chloe Sullivan em Smallville, foi presa nesta sexta-feira (20), nos EUA. A principal alegação é o envolvimento com a seita NXIVM e conexões com seu líder, Keith Raniere.

Com informações do The New York Times, esta seita trazia mulheres que “para serem aceitas, elas deveriam entregar à recrutadora—ou “mestre”, como era chamada—fotografias nuas ou outros materiais comprometedores”. Além disso, a NXIVM é conhecida por marcar a ferro quente suas frequentadoras. A cerimônia de “batismo” envolvia deixar as mulheres deitadas em uma mesa, sendo segurada por outras, enquanto dizia “Mestre, por favor me marque, seria uma honra”, para receber a marca.

De acordo com o New Channel 13, de Nova York, Mack era uma das integrantes “do alto escalão” da organização, e por isso teve sua prisão decretada, sob alegações que envolvem não apenas a participação no culto, mas também tráfico de pessoas. Na verdade, alguns consideravam a atriz como a segunda em comando na seita. Em tese, ela era uma das principais recrutadoras do grupo.

Keith Raniere, é claro, também sofre com as mesmas acusações e foi igualmente preso. O destaque para Allison Mack se dá por sua fama em escala mundial, principalmente por ter participado de um seriado popular na TV, que durou, pelo menos, 10 anos, envolvendo um dos personagens mais famosos de todos os tempos – Superman.

A NXIVM se apresenta como “um grupo de auto-ajuda para mulheres”, envolvendo “marketing multinível”, que oferece “ajuda pessoal e profissional, em palestras”. Porém, acusações envolvendo seus integrantes, e as práticas secretas que ocorrem dentro de suas reuniões, têm corrido a Internet há meses.

Kristin Kreuk, a Lana Lang de Smallville, também foi alvo de rumores sobre participar da seita no passado. Ela postou uma mensagem em seu Twitter, para tentar esclarecer o caso, onde diz que participou da NXIVM em um programa intensivo, quando tinha 23 anos, para ajudar em seu crescimento pessoal e lidar com sua timidez.

“Eu saí há cinco anos e tive contatos mínimos com aqueles que ainda estão envolvidos. As acusações sobre eu estar dentro dos círculos mais próximos da seita ou que eu recrutava mulheres como escrevas sexuais são extremamente falsas. Na minha época, nunca passei por nenhuma atividade ilegal ou nefasta. Estou surpresa e horrorizada sobre as coisas que vieram à tona sobre a DOS. Agradeço a todas as mulheres corajosas que compartilharam suas histórias e expuseram tudo. Não posso imaginar o quão difícil tenha sido para você. Estou envergonhada e conturbada por ter sido associada ao NXIVM. Espero que as investigações tragam justiça para quem for afetado”, disse.

Curiosamente, DOS é um outro nome da NXIVM, que, em teoria, quer dizer “dominus obsequious sororium”, latim para “mestre que manda nas escravas mulheres”, em tradução livre. Porém, esta informação não é amplamente confirmada, e sim apenas um rumor. O Comic Book informa ainda que Kreuk recrutou Mack, durante sua estadia na organização, antes de sair.

Enquanto Allison Mack não publicou um comunicado para seus fãs ou para a imprensa, a NXIVM divulgou uma nota, onde alegou que “irá explorar qualquer remediação legal para corrigis essas mentiras”.

Por ora, não há informações adicionais sobre a prisão de Mack ou o envolvimento de Kristin Kreuk, nem mesmo sobre o destino do líder Keith Raniere ou de outros nomes famosos dentro da seita.

Veja ainda:

Imagem de perfil
sobre o autor Felipe Vinha

Já tentei salvar o mundo de uma invasão alienígena, mas hoje me contento em ser jornalista. Gosto de quadrinhos e suas adaptações na TV ou cinema, animes, tokusatsu, games (de luta principalmente) e tecnologia. Vamos trocar uma ideia no Twitter @felipevinha