Capa da Publicação

6 Anos de Legião dos Heróis: quais são os heróis favoritos da redação?

Por Equipe Legião dos Heróis

A Legião dos Heróis completou 6 anos de existência em 23 de novembro. Enquanto rolava muito trabalho, como uma das formas de comemorar, perguntamos também a cada membro da equipe uma questão bem pontual e específica sobre o que fazemos: qual é o seu herói favorito? E mais, porquê você escolheu este personagem?

Resolvemos brincar com as possibilidades! As respostas foram das mais variadas. Além disso, é interessante notar que o conceito de “herói”, hoje, caminha por uma linha cinza. Com o entretenimento das telonas ditando cada vez mais as regras, e personagens que antes eram “do mal” caindo nas graças do público, há vilões de outrora que já podem ser considerados tão heróicos quanto outras figuras mais clássicas.

Afinal, vivemos em uma era onde Arlequina e Deadpool possuem revistas de sucesso com seus nomes. Darkseid é membro de uma equipe da Liga da Justiça e até mesmo Atrocitus, dos Lanternas Vermelhos, já teve seus dias de nobreza. E, convenhamos, nem é algo tão novo assim – alguém se lembra dos “bandidões” Gavião Arqueiro, Feiticeira Escarlate e Mercúrio entrando para os Vingadores?

O tempo passa, o tempo muda. É hora de conferir quem são os heróis e personagens favoritos da redação por inteiro, e as motivações que levaram a estas escolhas, em pleno 2018!

Confira:


Felipe “Sprite” Lima – Direção

“Escolhi o Vegeta pois, apesar de parecer um vilão desalmado de início, se prova como um guerreiro honrado, se arrepende dos erros do passado e luta sempre buscando ficar mais forte. Além disso ele é o Príncipe dos Saiyajins, a raça guerreira! Sendo membro da realeza, cabe a ele manter a honra em primeiro lugar e o espírito do seu povo vivo.”

Vinicius “Vinerz” Tavares – Direção

“Eu admiro os dois lados do Doutor Estranho: O possível e o impossível. No seu lado humano a redenção de um homem que vivia acima de todos e que passa a reconhecer como reputação e habilidades são frágeis em nosso mundo, como toda a sua vida pode desabar em apenas um movimento errado. Além disso, a imensa responsabilidade do Mago Supremo em proteger o universo e o grande contraste de antes ser um médico renomado. Uma verdadeira lição de humildade. Por fim, quem nunca quis aprender fazer truques de mágica para impressionar os amigos, não é? Imagina poder conjurar um portal para qualquer lugar do mundo ou melhor ainda: viajar no tempo. Além de possuir poderes incríveis, faz animais de bexiga para crianças no tempo livre (quem diria que isso seria cânone, né?).”

Felipe Magno – Designer

“Wolverine é um dos meus heróis favoritos, mas somos bem diferentes, talvez seja por isso que eu gosto tanto dele, os opostos se atraem! Hahaha! Mas lembro de assistir o desenho dos X-Men quando criança e, sempre que ia brincar depois, eu era o Wolverine, por ele ser o fodão (mesmo sem saber da existência dessa palavra naqueles tempos, hahaha)!”

Fernanda Roberti – Designer

“Me identifico com a Arlequina pela personalidade forte e sincera de ser! Acho o máximo o jeito que ela leva as adversidades que aparecem, me identifico com este jeito de encarar as coisas!”

JP Santana – Financeiro

“Ciborgue é um dos meus heróis favoritos, Sua humanidade é o seu poder mais forte, mesmo tendo seu corpo aprimorado por máquinas. Membro de duas equipes que gosto bastante, Jovens Titãs e Liga da Justiça.”

Márcio Jangarélli – Assessoria de imprensa e marketing

“Meu herói e meu personagem favorito de HQs são figuras diferentes, possuem similaridades entre si e os dois nasceram da mesma forma pra mim: identificação. Me identifico na melancolia, no drama e até em alguns pontos bem pessoais, como a depressão, o plano de fundo cristão em um, mergulhado em história do outro. Também na ética e inquietude em que vivem. A chave mesmo é a identificação. Ah é, meu herói favorito é o Demolidor e o personagem favorito o Sonho (Sandman).”

Leo Gravena – Editor-chefe

“O Ciclope é um personagem que, na maioria das vezes, é considerado apenas o ‘líder chato’ dos X-Men, ainda assim, existe muito mais nele. Sempre disposto e pronto para lutar pelo seu povo, ele sabe o quão difícil é ter o mundo sobre seus ombros, de fazer de tudo para proteger seu povo e, principalmente, continuar lutando mesmo quando o resto do planeta inteiro está contra você.”

Cristiano Rantin – Editor

“Eu não sou parecido com a Jean Grey e acho que é justamente por isso que gosto tanto dela. Com um potencial quase ilimitado em seus poderes, pra mim o seu aspecto mais marcante está muito mais no seu caráter do que em sua mutação ou Força Fênix. O que eu mais amo nela é a coragem de se sacrificar pelo que acredita, para proteger aquilo que ama, quantas vezes for necessário. Isso é muito inspirador pra mim.”

Felipe Vinha – Editor

“Lanternas são meus heróis favoritos da DC. TODOS! De todas as tropas, de todas as cores. Os Anéis são energizados por emoções e não há nada mais humano do que a emoção. Em todos os seus trabalhos e tarefas na vida você deve colocar algum tipo de emoção e os anéis possuem um pouco de cada coisa: força de vontade, amor, compaixão, esperança, medo, inveja e raiva. Nem todas são emoções perfeitas, mas é justamente a imperfeição que nos torna humanos, e isso é incrível!”

Felipe de Lima – Ilustrador

“Nunca achei que escolheria o Homem-Aranha como super herói favorito. Desde pequeno, mais precisamente aos seis anos, quando ganhei a primeira revista em que ele aparecia, simplesmente me vi vestindo aquela máscara. Havia muitos pontos com os quais me identificava e com o tempo, eles só se acentuaram. Posso dizer que o Homem-Aranha me escolheu e se sou a pessoa que sou hoje, é por causa dele.”

Gustavo “Gus” Fiaux – Redator

“Wiccano é meu herói pois foi a primeira vez que pude me identificar com alguém, ao ler um quadrinho, de uma forma tão íntima e precisa. Ele é um herói místico, aberto em relação à sua sexualidade, leal e, ao mesmo tempo, sábio. São coisas com as quais me identifico ou, em um nível mais puro, almejo.”

Lucas “LR” Rafael – Redator

“Sempre fui advogado do Aquaman. Eu também sempre tive medo do mar e das coisas que podem nadar dentro dele. Logo, um herói com domínio sobre esse meio me pareceu conceitualmente fantástico quando eu era criança. As pessoas debochavam do Aquaman um tempo atrás, e por sempre defender o herói da DC, acabei criando um vínculo emocional com ele. Um abraço pra todo mundo que já advogou a favor do Aquaman.”

Guilherme Souza – Redator

“O meu herói favorito sempre foi o Batman, pois sempre considerei suas histórias interessantes, além de acreditar que o personagem possui a melhor galeria de vilões de todos os tempos. As inúmeras representações do personagem nos games, filmes e animações também contribuíram muito para isso, pois acabou se tornando uma referência para mim.”

Fernando Maidana – Apresentador

“O filme O Juiz sempre foi um dos meus favoritos de Sylvester Stallone e eu não compreendia porque tanta gente não gostava. Anos mais tarde, quando finalmente conheci os quadrinhos do Juiz Dredd, entendi o motivo da revolta, mas, ainda assim, lembrava da produção com carinho. Juiz Dredd é um cara que leva sua luta contra o crime até as últimas consequências, mas sempre atrelado aos valores da força policial de Mega City One. O fato das histórias evoluírem com o passar do tempo sempre chamou minha atenção. Os anos passam nas HQs do mesmo modo que na vida real! Tem coisa mais louca? Juiz Dredd é um dos personagens mais badass dos quadrinhos e EU SOU A LEI!”

Mike Santanna – Marketing

“Quando conheci o Deadpool foi quase amor à primeira vista, ele era fora da caixa, tinha um senso de humor muito incompreendido, tinha todo o lance da metalinguagem, mas, o principal, é que eu descobri nas melhores histórias do personagem alguém que tomou todas as porradas que a vida poderia oferecer e, ainda assim, resolveu encarar tudo e todos sozinho, com bom humor, não importa o quanto o chamassem de louco.”

Miguel Lokia – Editor

“O Cavaleiro da Lua apareceu da primeira vez como vilão, assim como o Wolverine, e só depois ganhou uma história própria. O que me faz mais gostar dele é o fato ser perturbado não só por várias personalidades, ou seja, ele mesmo, mas também por uma deidade egípcia. Ele não é um vigilante porque tem um ideal, mas no fundo porque não conseguiria fazer outra coisa. É como se Batman, Demolidor e Neil Gaiman tivessem um filho.”

Priscila “Pri” Marques – Marketing

“A minha heroína favorita é um ícone de empoderamento! É difícil descrever o momento exato em que a conheci, mas desde que me lembro ela é o maior exemplo de mulher forte, segura de si, inteligente, sincera e linda por dentro e por fora. Me inspiro na Mulher-Maravilha todos os dias da minha vida, pois além de uma amazona incrível e deusa poderosa, ela me move a acreditar que não dá pra esperar sentada que o mundo seja do jeito que almejo, eu posso ser a mudança no mundo.”


E aí, curtiram a brincadeira? Ah, as artes desta coluna são do Felipe Magno, inspiradas pelas escolhas de cada um!

Quanto à Legião: estaremos sempre por aqui, trazendo as melhores e mais recentes notícias sobre este mundo de entretenimento que amamos! Estamos em comemoração, mas sem esquecer da principal missão heróica da equipe: levar a você, leitor e leitora, informação e entretenimento de qualidade! SHAZAM CARAI!

E você, qual é seu herói ou heroína favoritos?

Imagem de perfil
sobre o autor Equipe Legião dos Heróis

"Você já dançou com o demônio sob a luz do luar?"