Capa da Publicação

X-Men Gold – Desenhista faz declaração sobre polêmica da revista!

Por Gus Fiaux

Na última semana, a internet esteve em polvorosa devido à polêmica do desenhista indonésio Ardian Syaf, de X-Men Gold #1. Na primeira edição da revista, o artista espalhou pequenas mensagens anti-semitas, como forma de protesto contra o atual governador de Jacarta, Basuki Tjahaja Purnama. Isso causou uma onda de revolta entre os fãs, o que fez com que a Marvel liberasse uma declaração oficial sobre o ocorrido, e removesse as artes de futuras reimpressões da edição.

Além disso, a editora cancelou seu contrato com Ardian Syaf, que não deverá desenhar mais nada além da terceira edição da revista. E depois de tudo isso, foi a vez do próprio Syaf fazer uma carta aberta sobre o fim de sua carreira:

Olá.

 

Minha carreira está acabada.

 

É uma consequência do que eu fiz e eu a aceito.

 

Por favor, sem mais zombarias, debates ou ódio. Espero que todos estejam em paz.

 

Nessa última chance, quero falar a vocês o verdadeiro significado por trás do QS5:51 e do 212.

 

É o número da JUSTIÇA. E o número do AMOR. Meu amor ao Alcorão, ao último profeta, ao mensageiro e a Alá, o Único Deus.

 

Perdão pelo alarde. Adeus e que Deus abençoe a todos.

 

Amo a todos.

 

– Ardian Syaf”

Abaixo, você pode conferir um dos quadros que causou a controvérsia. Nele, vemos Colossus usando uma camisa que faz referência a um dos versículos do Alcorão que dissemina anti-semitismo:

X-Men Gold #1 está nas bancas norte-americanas, mas ainda não há previsão de lançamento no Brasil.

Fonte: The Wrap

Imagem de perfil
Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Demon to some... angel to others (ele/dele) || @gus_fiaux