Capa da Publicação

The Walking Dead – Steven Yuen diz que Glenn foi negligenciado na série!

Por Cristiano Rantin

Ao longo das temporadas de The Walking Dead, enquanto acompanhamos a jornada de Rick Grimes e seus amigos, cabia a Steven Yeun, que vivia o personagem Glenn Rhee, ser a voz da razão do herói, em meio a tantos mortos-vivos.

Como sabemos, depois de anos lidando com os zumbis, a morte definitiva de Glenn viria no início da sétima temporada, em uma cena considerada por muitos como exageradamente brutal.

Essa, no entanto, não é a opinião do ator. Yeun disse para a Vanity Fair que não achou que foi pesado demais.

Vou ser honesto contigo e revelar tudo aqui: Eu posso não ser objetivo, mas eu sinto que as pessoas não sabiam o que fazer com o Glenn. Elas gostavam deles, elas não tinham problemas com ele e as pessoas gostavam dele. Mas eles não sabiam a conexão que as pessoas tinham com o personagem até que ele havia ido embora. Eu olho para o que aconteceu e penso que isso não foi mais violento do que qualquer outra coisa que fizemos antes. Ninguém teve seu rosto fatiado ao meio! As pessoas tiveram suas tripas esmagadas e as cabeças furadas. Mas [a morte de Glenn] parece gratuita porque ela continuou acontecendo e eu acho que porque tiraram alguém que as pessoas não sabiam que tinham tanta conexão com ele.”

O ator continuou falando sobre como era o clima em trabalhar na série, explicando que com a equipe tudo era ótimo, mas que com o público isso era mais complicado. Além disso, ele sente que seu personagem era meio negligenciado,  uma vez que ele só conseguia ter impacto em cenas envolvendo outros fatores e personagens: “Ele sempre tinha que ser parte de alguma coisa para ser legitimado. Ele raramente estava sozinho. E quando ele estava sozinho, levou vários anos para convencer as pessoas que eles estava sozinho.”

Isso, no entanto, não significa que ele gostaria de continuar na série por outros anos, estando bem satisfeito com sua morte. Yeun afirmou que sentia que, se ele continuasse na série, ele poderia acabar sumindo entre outros personagens – não sendo lembrado como merecia.

Sua morte, no entanto, mudou isso, uma vez que como o próprio ator relembra, ele só ganhou uma capa sozinho na EW depois da cena brutal.  Ainda assim ele não acha que é uma atitude racista, apenas que existiam outros personagens que eram incríveis na série e que a venda de produtos priorizava eles.

Vocês gostavam do personagem? Ficaram impactados com a morte dele? Comentem!

Confiram abaixo a nossa galeria sobre a série:

Fonte: Comic Book

Imagem de perfil
sobre o autor Cristiano Rantin

Jornalista • Mestrando em Comunicação Social pela UEL • Bruxo • Twitter: @ChrisRantin • "Eu sou o fogo e a vida encarnados. Agora e para sempre eu sou a Fênix!"