The Walking Dead – Personagem importante morre nos quadrinhos!

Capa da Publicação

The Walking Dead – Personagem importante morre nos quadrinhos!

Por Cristiano Rantin

Atenção: Alerta de Spoilers!

Na última edição de The Walking Dead os fãs tiveram que dizer adeus para um personagem clássico da HQ, em uma história extremamente emocional tanto para os demais personagens da história como para os leitores.

Em algumas edições anteriores, parecia que Andrea havia sido mordida por um zumbi, durante sua luta para salvar Eugene de uma horda de mortos-vivos. Uma marca surgiu em seu pescoço depois disso, e eles pensaram que poderia ser uma mordida, mas nada mais foi dito sobre isso.

Até agora. No lançamento desta semana, o medo de todos se tornou realidade quando ficou confirmado que Andrea de fato havia sido mordida, enquanto todos os personagens aproveitavam o momento para se despedir dela, que morreu no final desta edição.

Sua morte veio pelas mãos de Rick que, mesmo estando muito abalado, cravou uma faca em seu crânio depois que ela se transformou.

Apesar de Andrea já não estar mais na série, boa parte da sua história acabou sendo adaptada em Michonne que se tornou o par romântico de Rick. Tendo isso em mente, muito fãs começaram a se questionar se essa edição dos quadrinhos possa acabar sugerindo que essa será a morte de Michonne, caso a série avance na sua adaptação dos quadrinhos.

O escritor e criador da HQ, Robert Kirkman escreveu uma carta para seus fãs, que tomou uma página inteira da edição, para se desculpar por matar Andrea.

“Eu sinto muito. Eu sinto muito pelos meus fãs e por mim e por Andrea. Sinto como se eu tivesse matado um amigo próximo. As mortes nessa história nunca são levianas, nunca são feitas apenas para chocar. Elas pesam em mim da mesma forma que pesam em vocês. Os personagens são bem reais para mim, e suas mortes me irritam também.”

Ele explica que planejou isso durante uma viagem de avião e que começou a chorar enquanto rascunhava a cena:

“Eu estive vivendo essa morte faz meses… E eu não gosto disso. Tive muito tempo para mudar de ideia. Tive muito tempo para simplesmente não fazer isso. Eu estou no controle da história no final das contas. Mas, honestamente, as vezes parece que não estou. Esse foi um desses momentos. Eu não gosto disso, eu não quis isso.”

“Andrea está morta e a história continua. Não sei porque isso tinha que acontecer, mas sabia que precisava acontecer. […] Sei que a morte dela vai significar algo. […] Eu amava Andrea e eu vou verdadeiramente sentir sua falta.”

Confira também:

Fonte: Comicbook

Imagem de perfil
sobre o autor Cristiano Rantin

Jornalista • Editor • Mestrando em Comunicação Social pela UEL • Twitter: @ChrisRantin • "Eu sou o fogo e a vida encarnados. Agora e para sempre eu sou a Fênix!"