Capa da Publicação

The Walking Dead – Divulgados novos detalhes sobre a morte de dublê durante gravação da série

Por Chris Rantin

Como noticiamos hoje, John Bernecker, dublê de The Walking Dead, faleceu depois de cair de uma altura de aproximadamente seis metros, sem utilizar nenhuma proteção, no set de filmagens. Mesmo sendo levado para o hospital, Bernecker veio a óbito devido ao traumatismo craniano.

Agora, detalhes da tragédia foram revelados. Segundo o TMZ, o dublê deveria cair em um colchão, seis metros abaixo de uma sacada do Santuário. Bernecker, no entanto, errou a sua marcação e caiu no lugar errado.

O diretor assistente Matthew Goodwin contou a polícia que o dublê errou o colchão por “apenas alguns centímetros.” Ele também contou que Bernecker não havia saltado muito bem da sacada e que, uma vez que ele começou a cair, ele “tentou abortar a queda ao se segurar nos trilhos com as duas mãos” mas que o salto fez com que ele soltasse o trilho e caísse batendo a cabeça e o pescoço.

A cena que o dublê gravava deveria envolver Dwight (interpretado por Austin Amelio) e aconteceria no Santuário, lugar onde o vilão Negan chama de casa. A sacada que ele caiu foi vista no final da sétima temporada, onde o antagonista e seu grupo de seguidores contou a Rick que eles estavam indo para a guerra com o herói.

Amelio contou para a polícia que ele e o dublê estavam conversando antes da cena ser gravada e que ele disse que nunca havia feito uma queda daquela altura antes. O ator revelou que Bernecker “parecia um pouco nervoso.”

A namorada de John Bernecker, Jennifer Cocker, que também é uma dublê, não estava no set de filmagens quando aconteceu a tragédia, mas está irritada com a produção do seriado: Os estúdios de filmagem precisam ser mais seguros. Deveria ter um pré-requisito em não colocar um dublê super profissional com um ator inexperiente que não sabe o que está fazendo.”

De acordo com a polícia, John sinalizou que estava pronto para gravar a cena antes do acidente.

Veja também:

The Walking Dead retorna em outubro.

Imagem de perfil
sobre o autor Chris Rantin

Jornalista • Editor • Mestrando em Comunicação pela UEL • Twitter e Instagram: @Chris_Rantin • "Eu sou o fogo e a vida encarnados. Agora e para sempre eu sou a Fênix!"