Capa da Publicação

Valerian e a Cidade dos Mil Planetas – Primeiras críticas do filme são completamente opostas!

Por Chris Rantin

O embargo para as críticas de Valerian e a Cidade dos Mil Planetas finalmente acabou e os primeiros comentários sobre a nova criação de Luc Besson começou a chegar ao público.

O filme, que é baseado em uma série de quadrinhos francês Valerian e Laureline, publicado originalmente em 1967, mistura uma jornada espacial, viagens e muitas aventuras. Focado em Valerian, vivido por Dane Dehaan, e Laureline, interpretada por Cara Delevingne, dois agentes espaço-temporais que embarcam em uma missão até uma cidade intergalática que é lar de forças sinistras que ameaçam toda a humanidade.

Com um plano de fundo como esse, é difícil não lembrar de O Quinto Elemento, outro filme dirigido por Besson que é ambientado em um futuro espacial, mas será que Valerian recebeu os mesmos elogios pelo trabalho visual e conjunto da obra em uma ficção científica? Bora descobrir!

Segundo a Variety, o filme consegue ser tanto ousado quanto clássico, sendo “o tipo de jornada selvagem e infinitamente criativa que apenas o diretor de Lucy e O Quinto Elemento poderia entregar.”

Já para o pessoal do The Hollywood Reporter as coisas estão bem ruins para Valerian. Além de dizer que o filme já deveria ser considerado o vencedor do Framboesa de Ouro deste ano, o prêmio humorístico dedicado aos piores filmes, a crítica é bem pesada ao chamar a produção de “Euro-Trash” e criticar a atuação dos atores. “Dane DeHaan, que atuou em dois dos maiores fracassos do ano […] deveria fazer alguns filmes alternativos, enquanto Cara Delevingne precisa aprender que atuar é mais do que apenas sorrir e revirar os olhos. Rihanna deveria fingir que isso nunca aconteceu.”

A Forbes, no entanto, não parece ter se apegado aos pontos negativos, sendo bem direta ao elogiar o espetáculo visual criado por Besson. “É um filme de uma beleza de cair o queixo e frequentemente uma deliciosa e excitante aventura sci-fi.”

Newark Star-Ledger volta a pegar pesado com o filme, apontando que ainda que ele não seja um filme para crianças, ele é “certamente infantil, cheio de criaturas alienígenas ridículas, performances humanas caricatas e personagens tão profundos quanto uma folha de papel.”

CinemaBlend considera o filme como líder do verão americano, dizendo que “enquanto muitas franquias decepcionaram, esse é o filme que, quando termina, te fazer querer ver mais do universo que ele te introduz.” CraveOnline tem uma opinião parecida, considerando Valerian como um dos melhores filmes do ano e “um dos mais esplêndidos filmes de ficção científica já feitos.”

The Playlist volta a criticar os atores principais do filme, considerando a performance de DeHaan pouco convincente, mas ressaltando que “apesar da sua inexperiência notável, Delevingne se dá melhor, sendo o centro emocional de um filme sem um centro emocional.”

Enquanto isso, Den of Geek elogia a criação visual de Besson, argumentando que raramente veremos algo parecido com o que o diretor produziu, e que “para uma novela espacial puramente psicodélica, Valerian realmente será difícil de ser vencida para os fãs do gênero que desejam uma nova tomada do futuro. Como o Diabo, a qualidade de Valerian está nos detalhes.”

Pelo visto, apesar de todas as críticas para a performance dos atores, todos concordam que é um belo espetáculo visual. O que vocês esperam desse filme? Estão animados para assistí-lo? Comentem!

Confira abaixo a nossa galeria sobre Valerian e a Cidade dos Mil Planetas:

Valerian e a Cidade dos Mil Planetas deve chegar no Brasil em 10 de agosto.

Imagem de perfil
sobre o autor Chris Rantin

Jornalista • Editor • Mestrando em Comunicação pela UEL • Twitter e Instagram: @Chris_Rantin • "Eu sou o fogo e a vida encarnados. Agora e para sempre eu sou a Fênix!"