Capa da Publicação

Thor: Ragnarok – Tessa Thompson responde a comentários negativos de fãs sobre a Valquíria!

Por Bia Oninawa

Alguns fãs não andam reagindo bem a personagens de quadrinhos sendo adaptados para os filmes com atores de etnias diferentes dos que tem originalmente nas revistinhas- como se isso não acontecesse o tempo inteiro nas HQS- e foi isso que aconteceu com Valquíria, a personagem de Tessa Thompson em Thor: Ragnarok.

A atriz – que tem descendência panamenhas, mexicanas e europeias – não é fisicamente parecida com a Valquíria dos quadrinhos, que como a maioria dos personagens da mitologia nórdica, que inspirou Asgard e seus habitantes, é retratada com cabelos loiros e pele branca. E não foi uma grande surpresa – infelizmente –  que quando Thompson foi anunciada como a Valquíria no Universo Cinematográfico Marvel alguns fãs não aprovaram a troca de etnia da personagem.

A atriz Tessa Thompson falou com a Comic Book sobre o assunto.

“Quero dizer, é uma coisa complicada … Penso que, como atriz, há essa ideia, às vezes, que você simplesmente não quer ler nada [dos comentários], mas depois, quando você está entrando em algo como esse universo, esse universo cinematográfico com o qual as pessoas são tão obstinadas, você realmente pode aprender muito com os fãs quando está fazendo pesquisa sobre um personagem.

 

Eu publiquei uma foto da Valquíria dos quadrinhos do meu Instagram e havia fãs como ‘oh, ela será tipo a Valquíria do Universo Ultimate’, interessante [Risos]. Eu apenas estou lendo os quadrinhos [Risos]. Postei a minha espada de prática e eles ficaram tipo ‘Oh, a Presa de Dragão é preta, oh’. [Risos] Não, não, não, é apenas plástico preto. [Risos] ‘Não é assim que a Presa de Dragão se parece. Ela é legal e azul,’ é o que eu quero dizer, mas eu não falo. Mas você pode realmente aprender muito com os fãs, então eu não fiz a coisa de nunca mais ler nada [de comentários], mas então as pessoas estavam publicando sobre a troca de etnia e as implicações disso e eles estavam muito chateadas. Algumas pessoas ficam muito chateadas sobre isso não honrar a mitologia nórdica e você fica tipo ‘leia a mitologia nórdica, não faz sentido’.

 

Idris Elba precisa de companhia [Risos]. Ele não podia ser a única pessoa negra no bairro. [Risos].

 

Nós conversamos sobre isso; Eu acho que a única maneira de resistir [a controvérsia] é ir [mostra a língua], honestamente, e apenas fazer o trabalho. E é porque definitivamente há um momento onde você acaba ficando ‘Ok, isso é apenas racismo, então, legal’; Não quero dizer ‘legal’. [Risos] Mas todos sabemos o que é isso, certo? Nós já estivemos lá, fizemos isso, está bem”.

Idris Elba que vive Heimdall, também em Thor, passou por algo parecido por volta de 2010 quando anunciado para o elenco, com argumentos semelhantes, se embasando na cultura mitológica nórdica, querendo que os atores fossem limitados por traços dessa etnia. Mas o engraçado é que depois do lançamento do filme ele virou um queridinho dos fãs do UCM, então vamos esperar que o mesmo aconteça com a Valquíria de Tessa Thompson em Thor: Ragnarok, para que os engraçadinhos paguem a língua.

E enquanto filme não estreia, você pode conferir os pôsteres e tudo sobre a produção de Thor: Ragnarok. bem aqui:

Thor: Ragnarok já está em cartaz nos cinemas!

Imagem de perfil
sobre o autor Bia Oninawa

"Naturalmente está acontecendo dentro da sua cabeça, mas por que é que isto deveria significar que não é verdadeiro?" - Alvo Dumbledore | Twitter/ Instagram: @casamentonerd