Capa da Publicação

Supernatural: 13×05 – Um episódio para assistir de luz acessa!

Por Bia Oninawa

Está sendo ótimo ver como essa temporada está conseguindo equilibrar os problemas de proporções divinas colossais, com pequenos os pequenos conflitos do dia-a-dia de um caçador, como fantasmas, por exemplo. Quer dizer, mesmo eles tendo lutado contra Lúcifer, batido de frente com Deus, destruído dezenas de anjos ou demônio, e até mesmo a Morte, nós vimos que ainda assim, fantasmas podem ser um problema.

Logo quando terminou a quinta temporada, muita gente se perguntou o que eles enfrentariam depois, porque as coisas tinham escalonado de uma maneira muito rápida. Eles estavam lidando com o divino e era difícil imaginar o que seria um desafio depois daquilo. E realmente foi difícil para os roteiristas e produtores acertarem a mão. Demorou muitos episódios. Mas nessa temporada parece que as coisas estão se encaixando.

Ao mesmo tempo em que os irmãos Winchester estão lidando com o problema de criar o que, possivelmente, será a criatura mais poderosa do universo, Jack, o filho de Lúcifer, eles ainda têm problemas para enfrentar fantasmas, que em momento algum deixou de ser uma ameaça.

Esse foi um episódio que trouxe muito da identidade e do sentimento de medo e terror que nós vimos, várias vezes, na primeira temporada. Até o modo como as primeiras cenas foram mostradas, como se estivessem sendo gravadas pelas câmeras dos meninos ajudou a montar esse clima. Caramba, se você já jogou algum Resident Evil na sua vida, você deve passado um pavorzinho só de ver a câmera em primeira pessoa dentro de uma casa abandonada, né?! E o fantasma que eles enfrentaram era….Ui, dá até um calafrio. E foi legal. Foi um monstro da semana, mas foi assustador e contribuiu para a trama dos personagens principais.

Finalmente Dean assumiu que estava quebrado. Parou com essa coisa de ficar dizendo que estava tudo bem quando claramente não estava. E era compreensivo. O personagem perdeu muita coisa no final da última temporada. Com a mãe e o melhor amigo mortos, é compreensivo o pessimismo que o devastou.

Mas caramba, Dean, depois que Castiel morreu e voltou quatro vezes, você realmente achou que não aconteceria uma quinta vez? Dê o sobrenome Winchester para esse anjo, porque ele, assim como todos os Winchester, claramente não fica morto.

E por falar em morte…

Que jeito legal de trazer a Billie de volta!

Claro que ela era irritante quando estava perseguindo os Winchester. E eu quase acreditei que ela deixaria Dean morto de vez, porque quando ela ainda era apenas uma ceifadora ela insistia que isso aconteceria a próxima vez que eles morressem. Mas não foi bem assim. Parece que realmente existem planos maiores para os caçadores, que nos deixou instigados a saber o que poderia ser.

Gostei da nova postura da Billie. Gostei do episódio sombrio. Gostei ainda mais do final.

Castiel está de volta! Nós já havíamos visto o anjo no final do último episódio, mas Dean finalmente o encontrou! Será que isso irá melhorar o humor dele?! 50% do problema de “pessoas que eu amava morreram” foi resolvido, né?! Será que assim ele voltará a ter esperanças de encontrar a mãe também?

Estou ansiosa para ver a relação e Castiel com Jack, afinal, os dois estavam loucos para se conhecer e Cas só está de volta porque Jack é esse ser todo poderoso que –aparentemente- pode escolher quem vive e quem morre.

E você, o que achou do episódio?! Passou um medinho com o fantasma!? Não deixe de comentar e conferir tudo que está rolando em Supernatural bem aqui:

Imagem de perfil
sobre o autor Bia Oninawa

"Naturalmente está acontecendo dentro da sua cabeça, mas por que é que isto deveria significar que não é verdadeiro?" - Alvo Dumbledore | Twitter/ Instagram: @casamentonerd