Capa da Publicação

Preacher 2.10 – Todos saúdem o Messias, Humperdoo!

Por Fernando Maidana

A cena de abertura do episódio é uma das mais ousadas da série até o momento.

Vemos uma mulher casada traindo seu marido com um rapaz no que parece ser um ambiente antigo. Logo, descobrimos que trata-se de ninguém menos que Jesus Cristo, no momento em que deu origem à linhagem que passaria a ser protegida pelo Graal até o fim dos tempos.

Em seguida, Herr Starr confronta Jesse Custer e revela ser o mandante da tentativa de assassinato no apartamento de Dennis. Ele diz saber da jornada do Pastor por Deus e diz que pode ajudá-lo.

Obviamente, a primeira reação de Jesse é partir para a violência, mas, eventualmente, ele acaba concordando em ouvir o que Herr Starr tem a dizer.

É então que toda a história do Graal é destrinchada. Os líderes religiosos são lunáticos na mão da instituição e, pior ainda, o grande Messias da humanidade é o 25º tataraneto de Jesus Cristo, que devido à sequência de endogamia para manter a linhagem do salvador pura, acabou resultando em um jovem com sérios problemas mentais – apelidado carinhosamente de Humperdoo!

Sim, a série teve culhões de apresentar o protegido do Graal da mesma maneira que o jovem é mostrado nos quadrinhos, até mesmo com uma referência à cena em que o garoto urina no jardim.

Mas Herr Starr não chegou onde está à toa… Ele queria que Jesse usasse o poder de Genesis nele! Ele queria que o Pastor visse com os próprios olhos toda a merda reservada para a humanidade. Mas será que isso convencerá Jesse a agir ao seu lado?

Convenhamos, toda a trama do Pastor e sua inconsistência já está nos deixando irritado. Ora ele xinga Deus, ora ele diz que só existe um verdadeiro salvador.

O mesmo acontece com Tulipa. Ela já passou por tanta coisa em seu passado, já assassinou tanta gente e ainda não conseguiu superar seu encontro com o Santo dos Assassinos. Será que há alguma coisa por trás desse trauma?

Pelo menos pudemos ver um pouco mais da Featherstone da sensacional Julie Ann Emery, que mostrou que sabe improvisar mesmo quando está sob pressão… pro azar do Hoover.

Agora, é engraçado notar como o vampiro drogado e desbocado, Cassidy, se transformou na voz da razão dentro de Preacher. Desde que passou a tentar se redimir com seu filho, o desenvolvimento de Proinsias ficou cada vez maior, sendo o personagem que mais evoluiu dentro da trama.

O temperamento de Dennis, e o fato dele não conseguir lidar com os impulsos de seu novo estilo de vida, também acrescentam um elemento interessante à história. Vamos ver como as coisas irão discorrer agora que Tulipa descobriu que Jesse não estava sendo tão sincero com relação ao destino do Santo dos Assassinos!

Imagem de perfil
sobre o autor Fernando Maidana

Boa piada. Todos riem. Rufam os tambores. Cortinas se fecham.