Capa da Publicação

Preacher 2.05 – Você não precisa estar morto para ir ao Inferno!

Por Fernando Maidana

No episódio dessa semana, intitulado Dallas, fomos levados ao passado e descobrimos como tudo isso aconteceu… Literalmente!

A trama se passa três meses após a traição de Carlos durante o assalto ao banco e nos mostra como um evento traumático, como a perda de um bebê, pode ter consequências desastrosas na vida de uma pessoa.

JesseTulipa entram em uma rotina auto-destrutiva. As coisas não estão bem entre eles, mas eles preferem não comentar sobre isso. Em vez disso, o casal entra em um looping de beber, transar, trabalhar, fumar, assistir TV e repetir todos os passos novamente.

É interessante notar como o conceito da repetição vem sendo usado na série como forma de representar o Inferno. Foi assim com a origem do Santo dos Assassinos, o passado de Eugene e até mesmo com as tentativas de Fiore de tirar a própria vida.

Agora, mais uma vez, temos a ideia de um Inferno em vida. Aos poucos, a rotina vai deteriorando o que existe entre JesseTulipa.

Até o fim do mundo? Até o fim do mundo.

Pois bem… Esse é o fim do mundo. Tulipa queria voltar à vida de emoção e riscos, cometendo crimes, acumulando riquezas e vivendo um dia após o outro. Já Jesse… nem mesmo ele sabe o que quer. Mas Custer prefere deixar o “amor de sua vida” para trás e se tornar Pastor.

Então, finalmente, descobrimos como as coisas chegaram ao ponto que presenciamos na primeira temporada. Depois disso, Tulipa encontrou a vida que queria ao lado de Viktor: uma mentira embasada em riqueza ao lado de um chefão do crime que a tratava bem.

Mas é claro que ela não conseguiria deixar o passado para trás e abandonou tudo para se vingar de Carlos.

Vale lembrar que vimos algumas referências a John Wayne na série, que é um personagem tão importante na mitologia de Preacher nos quadrinhos, mas que dificilmente será adaptado da mesma maneira na TV.

Cassidy confronta Jesse / AMC Divulgação

Eu ainda não consigo engolir Tulipa e suas motivações, mas é inegável que Ruth Negga rouba a cena toda vez que aparece. Cassidy também teve grandes momentos durante o episódio, mas a trama centrou-se em construir ainda mais o relacionamento entre JesseTulipa, deixando todos os outros personagens como meros espectadores.

Mas quem não quer ser esquecido é o Santo dos AssassinosJesse ainda acredita que Fiore dispensou o espírito e está confortável para usar o poder de Gênesis. Depois do que ele acabou provocando na vida de Viktor, é claro que a filha do criminoso também está em busca de vingança.

Jesse Custer acredita que está consertando as coisas por onde passa, mas estamos vendo um rastro de destruição ainda maior ficar em seu caminho.

 

Imagem de perfil
sobre o autor Fernando Maidana

Boa piada. Todos riem. Rufam os tambores. Cortinas se fecham.