Capa da Publicação

PlayerUnknown’s Battlegrounds – Criador está revoltado com o plágio no mundo dos games!

Por Gus Fiaux

Um dos jogos-revelação de 2017, PlayerUnknown’s Battlegrounds – conhecido popularmente como PUBG – já virou uma febre, e muitos gamers já têm apostado nele como um clássico futuro. Entretanto, o criador do jogo, Brendan Greene – ou, como ele prefere, PlayerUnknown – está incomodado com uma das consequências da repercussão positiva do jogo: o plágio. 

Em uma entrevista à BBC Radio 1, o game designer falou sobre as diversas imitações de PUBG que já estão inundando a internet, e disse que gostaria de ver uma legislação mais rígida, similar à que é usada para proteger o copyright de filmes, músicas e séries nos Estados Unidos, porém, voltada para os jogos eletrônicos:

“Eu quero que outros desenvolvedores possam fazer suas próprias criações no gênero, e não apenas levar coisas do nosso jogo. Nos filmes e na música, há uma proteção por IP e você realmente pode proteger seu trabalho. Nos jogos, isso ainda não existe, e é algo que deveria ser pensado.”

Greene continuou, dizendo que não sente raiva de quem copia elementos de seu jogo, mas que gostaria de ver coisas novas sendo feitas, e que isso é fundamental para a evolução do gênero “battle royale”, ao qual seu jogo faz parte:

“Para o gênero crescer, você precisa de reviravoltas novas e interessantes nos modos de se jogar. Se temos apenas plagiadores, o gênero não cresce e as pessoas se entediam.”

Abaixo, você pode conferir uma galeria com os novos mapas do game:

PlayerUnknown’s Battlegrounds está disponível para PC e Xbox One.

Fonte: VG247

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux