Capa da Publicação

O Corvo – Sequência do filme quase teve uma protagonista feminina!

Por Lucas Rafael

O criador da HQ de O Corvo, James O’Barr, revelou sua sugestão para a sequência da adaptação de sua obra que ocorreu em 1994. O Corvo é considerado por muita gente como uma das melhores adaptações dos quadrinhos dos anos 90, sendo imersa em visuais góticos e repleta de cenas de ação empolgantes, para não falar da performance carismática de Brandon Lee, que morreu tragicamente nas gravações do filme.

A franquia então recebeu três sequências, uma série de TV e até jogos. Agora, James O’Barr revelou sua sugestão para uma sequência na época do filme, e também o motivo de sua ideia não ter ido para a frente. Segundo ele, que contou tudo em uma entrevista na Los Angeles Comic Con, a ideia veio de uma notícia antiga sobre uma mulher morta durante seu casamento, no meio de um tiroteio entre policiais e gangsteres.

“Aquela história sempre me marcou e aquele dia era para ser supostamente o dia mais feliz da vida de alguém e não poderia ser mais trágico que aquilo. Minha ideia foi “Okay, que tal se eu pegar esse cenário e chamar de O Corvo: A Noiva?” e ela volta. Seria super legal, ela estaria trajando seu vestido ainda com um arame farpado e pregos em sua cabeça.”

No entanto, o estúdio não levou a ideia de O’Barr para frente:

“Escrevi um tratamento que são 16 páginas, ele fala pra você cada ponto da narrativa e te fala tudo da história, e me pagaram por isso. Eram tipo $10,000 dólares, eles disseram ‘Nah, não podemos fazer isso. Primeiro de tudo, ninguém quer um filme de ação com uma mulher protagonista.’ E eu estava tipo ‘Se você fizer direito, não importa se é sobre gênero. Só tem de ser lidado da maneira certa.’ Eles recusaram e então, tem o roteiro e eu fiz um monte de ilustrações para o filme também, e atiraram-o nas estantes da Miramax.”

É uma pena que o projeto não tenha ido para a frente, já que as sequência de O Corvo nunca honraram o original e seu material fonte. Ao menos tivemos Kill Bill anos mais tarde que, convenhamos, é uma ideia parecida, e até O’Barr admitiu isso. A curiosidade: o filme de Quentin Tarantino sobre a esposa vingativa foi produzido também pela Miramax.

Abaixo, você pode conferir algumas imagens da franquia original:

Via: SR

Imagem de perfil
sobre o autor Lucas Rafael

Redator. Entusiasta de coisas demais