Capa da Publicação

Guardiões da Galáxia Vol. 2. – Chris Pratt fala sobre ser objetificado nos filmes!

Por Chris Rantin

Vocês devem se lembrar que apesar de todo o sucesso que faz agora, Chris Pratt nem sempre foi um sex symbol de Hollywood. Quando trabalhava em Parks and Recreation, o ator era gordinho e adorável, bem diferente do que vemos hoje depois de sua transformação para viver o Senhor das Estrelas, que fez com que ele perdesse mais de 60 quilos.

Falando sobre Guardiões da Galáxia Vol. 2 em uma entrevista para o Collider, ele disse que houve momentos em que ele se sentiu mais como um objeto do estúdio de filmagens do que um ser-humano. Apesar de tentar deixar o assunto mais leve, Pratt se manteve respeitoso ao comentar sobre como Hollywood usou a sensualidade para explorar as atrizes por muitos anos.

“[Ser objetificado] Não machucou minha carreira. Nós somos objetos. É verdade. Somos acessórios. Eles nos pintam com maquiagem e então a câmera é apontada para a gente. Metade das vezes, o que arruína isso é a gente conversar”, disse.

Ele argumentou que a situação de ser objetificado é bem diferente para as mulheres, no entanto:

“Como um homem, eu posso dizer isso, mas eu tenho que ser cuidadoso porque, por gerações e milênios, as mulheres foram objetificadas de uma maneira que foi bem horrível no passado, então é um pouco diferente. Eu não sei se você pode chamar isso de um padrão duplo, mas eu acho que temos que lidar com eles separadamente porque existe uma história de objetificação que é um problema bem sensível,” explicou. “Então eu posso dizer que objetificação é boa para mim porque, quando eu transformei meu corpo em um objeto que as pessoas gostam, eu fui pago com muito dinheiro e agora meus netos terão uma boa faculdade por causa desse objeto. Mas você tem ser um pouco mais sensível sobre isso porque existem muitos mais papéis incríveis escritos para homens do que para mulheres”.

Elizabeth Debicki, que interpreta a soberana Ayesha no filme, comentou sobre isso:

Eu, pessoalmente, nunca me senti objetificada, mas eu realmente penso sobre isso. Eu acho que tem a ver com o propósito [da cena], sempre. É um trabalho em progresso da história ou um relacionamento ou a imagem do que quer que o seu personagem seja na cena. Foi adorável interpretar Ayesha porque ela é poderosa e está sempre vestida. Às vezes até com roupas pesadas”.

Não deixem de conferir a nossa galeria com as imagens do filme:

Guardiões da Galáxia Vol. 2 já está em cartaz nos cinemas!

Fonte: Comicbook

 

 

Imagem de perfil
sobre o autor Chris Rantin

Jornalista • Editor • Mestrando em Comunicação pela UEL • Instagram e Twitter: @Chris_Rantin • "Eu sou o fogo e a vida encarnados. Agora e para sempre eu sou a Fênix!"