Capa da Publicação

E se o Quarteto Fantástico estiver voltando para a Marvel Studios?

Por Mike Sant'Anna

Não é segredo para quase ninguém que a Marvel não detém os direitos cinematográficos de todos os seus personagens, o que levou o estúdio à utilizar personagens que boa parte do público sequer conhecia, como é o caso com Guardiões da Galáxia ou então Doutor Estranho. Mas caso você não entenda muito bem o que isso signifique, vamos fazer um breve resumo da história toda até aqui.

 

»MARVEL: DA FALÊNCIA À MARVEL STUDIOS.

Ao final da década de 90, a Marvel Comics passava por uma crise inimaginável, onde era praticamente impossível enxergar uma luz no fim do túnel. A solução que ela encontrou para tirar a corda do pescoço, foi vender os direitos cinematográficos de seus mais importantes personagens para estúdios de cinema como Sony, Fox e Universal Pictures.

Assim sendo, personagens como X-Men, Quarteto Fantástico, Homem-Aranha, Hulk, Justiceiro, Motoqueiro Fantasma, que eram tão famosos nos quadrinhos, foram vendidos para estes estúdios. E como sabemos, os filmes de alguns destes personagens foram responsáveis por este boom dos filmes de quadrinhos.

Com esse grande sucesso e a reestruturação financeira da Marvel – principalmente após a venda para a Disney – era hora da Marvel retomar as rédeas e o controle do seu próprio sucesso. Assim, a Marvel Studios que já existia desde 1993 sob o nome de Marvel Films se consolidou com o lançamento explosivo do primeiro Homem de Ferro.

 

» O QUARTETO FANTÁSTICO NA FOX.

Como já dito anteriormente, o Quarteto Fantástico foi vendido para a 20th Century Fox juntamente com os X-Men e todos os personagens que permeiam estes dois universos – Como todos mutantes, Galactus, Surfista Prateado – e em 2005 nós tivemos o primeiro filme blockbuster do Quarteto Fantástico, já que em 1994 já havia sido feito um filme um tanto quanto Cinema B da equipe.

Obviamente sendo um filme com tamanha produção da, até então, equipe mais famosa da Marvel, era de se esperar que o filme tivesse um sucesso de bilheteria. E realmente foi, porém não foi um sucesso enorme à ponto de encher os olhos do estúdio. E os resultados que vieram nos filmes seguintes estão sendo suficientes para que a Fox enxergue que talvez o Quarteto não seja uma mina de ouro como eles esperavam que fosse.

Abaixo eu vou mostrar para você os números de investimento que a Fox fez em cada filme do Quarteto Fantástico em paralelo com quanto cada filme arrecadou em dólares:

Quarteto Fantástico (2005): Custou $100 milhões / Arrecadou $330,579,719
(lucro de $230,579,719)


›Quarteto Fantástico e o Surfista Prateado: Custou $130 milhões / Arrecadou $289,047,763
(Lucro de $159,047,763)


›Quarteto Fantástico (2015): Custou 120 milhões / Arrecadou $167,977,596
(Lucro de $47,977,596)

Então, como vocês podem ver, cada vez menos lucro os filmes do Quarteto traziam para a Fox, fazendo com que este último filme de 2015 quase chegasse na marca de dar prejuízo.

 

»ACORDOS ENTRE MARVEL E FOX?

Agora que você sabe todo o panorama por trás desta novela com o Quarteto Fantástico, vamos às mais recentes informações que nos levam à crer que a equipe possa estar de malas prontas para voltar pra casa.

Muito se imaginava que entre Marvel, Fox e Sony havia quase uma rivalidade futebolística e territorial. Eis que em um acordo surpresa, o Homem-Aranha vem parar no Universo Cinematográfico Marvel, o que fez com que as paredes que separavam os estúdios parecessem cada vez mais finas.

Então Marvel e Fox começaram à trocar alguns “gracejos” entre si, o primeiro deles disfarçado de “Meu mercúrio é melhor que o seu”. Todos se lembram do fato de que o mesmo personagem apareceu tanto em X-Men: Dias de um Futuro Esquecido quanto em Vingadores: Era de Ultron. Vocês não acharam estranho que justamente este personagem veio à falecer no filme da Marvel Studios? E que nós nunca vimos Wanda em nenhum filme da Fox? Ao meu ver isso pareceu muito um jogo de compadre, um aperto de mão silencioso onde ambos concordaram “Eu fico com Wanda, você com Pietro, fechado?”.

O tempo se passa e de repente a Fox anuncia que uma série de TV baseada no universo X-Men estaria sendo feita, os primeiros indícios do que viria a ser Legion. Mas o que intrigou o público, foi que seria uma série feita em parceria entre Fox e Marvel. Boa vontade e camaradagem entre ambas? Nem tanto. A questão era que a Fox não tinha os direitos televisivos dos X-Men, mas havia conseguido legalmente que a Marvel também não tivesse, pois isso causaria uma confusão de marca, assim sendo, ou ambas faziam, ou nenhuma fazia. Mas ainda assim, uma parceria foi feita.

E também no ano de 2016, nós descobrimos que um acordo real e concreto havia sido feito entre Fox e Marvel Studios, mais especificamente entre o filme Deadpool e o filme Guardiões da Galáxia Vol. 2. O fato é que James Gunn não sabia que o personagem Ego estava de posse da Fox, assim sendo, um acordo foi feito para que o personagem pudesse ser usado, em contrapartida, a Fox poderia fazer algumas alterações na personagem Míssil Adolescente.  Além disso, em Guardiões da Galáxia Vol. 2 nós tivemos a aparição de um personagem na cameo de Stan Lee que todo mundo jurava estar em posse da Fox (não vou dizer qual por motivos de spoiler).

Nesta semana, Kevin Feige deu uma entrevista explicando a aparição deste personagem, dizendo que a Fox tem direito sobre alguns personagens enquanto a Marvel Studios tem o direito compartilhado em cima das raças. E que a Marvel Studios tinha o direito sobre os Skrulls. Ao meu ver, esse direito foi conseguido não faz muito tempo, pois eu duvido bastante que a Marvel usaria Chitauris no primeiro Vingadores, ou deixaria de sequer mencionar os Skrulls em tantas vezes que os Kree já apareceram, se eles tivessem direitos sobre a raça desde sempre. Lembrando que os Skrulls são personagens que também são muito ligados ao Quarteto Fantástico.

 

» E O QUE ISSO TEM A VER COM O QUARTETO FANTÁSTICO?

Esperar que os direitos da Fox sobre os personagens expire é algo à um longo prazo que eu duvido ser de agrado da Marvel Studios, pois se este contrato – que tem seus detalhes escondidos à sete chaves – for parecido com o contrato que foi feito para o Demolidor, a Fox vai precisar ficar sete anos sem produzir algo do Quarteto para perder os direitos, e visto que o último filme foi feito em 2015…

Porém, como foi mostrado ao longo dessa matéria, você percebeu que ao longo de 12 anos o Quarteto Fantástico deu um lucro de apenas – sim, apenas – aproximadamente 434 milhões de dólares para a Fox, e que seguindo a progressão que foi constatada ao longo destes três filmes, a probabilidade de que próximo filme venha a dar prejuízo para a Fox existe. Além disso, já constatamos que as portas entre a Marvel e Fox já se abriram e que negociações podem ser feitas sim entre as duas empresas.

Considerando que a Marvel Studios se tornou um dos estúdios mais lucrativos da indústria cinematográfica atual, juntamente com a potência econômica que é a Disney, que o Quarteto Fantástico deixou de ser algo potencialmente lucrativo para a Fox e que Kevin Feige vem prometendo algo completamente diferente na Fase 4 da Marvel. É bem capaz sim que negociações estejam sendo feitas para que o Quarteto Fantástico – e seus personagens como Doom, Galactus e Surfista Prateado – venham compôr o Universo Cinematográfico Marvel.

Vamos torcer para que o “4” em Fase 4 tenha um novo significado.

Imagem de perfil
sobre o autor Mike Sant'Anna

Eu sou o melhor no que eu faço, mas o que eu faço... É bem retardado.