Capa da Publicação

Dragon Ball Super: Ep. 87 – A morte está rondando Goku novamente?

Por Márcio Jangarélli

Vocês pediram Androide 17? Então segura um pequeno arco só com o personagem e o Goku, lutando juntos, em algumas das sequências de batalha mais bem feitas de Dragon Ball Super até agora!

O episódio 87 de DBS serviu mais para finalizar a reintrodução do 17 e seus valores no anime. No último capítulo, vimos alguns aliens caçadores chegando à Terra para abduzir os animais da ilha que o Androide toma conta e, como esperado, o Goku o ajudou com o problema, o que criou um laço entre os dois.

Mesmo entregando mais batalhas sensacionaisigual a belíssima luta no pôr-do-sol no episódio passado – o novo episódio pode até ser visto como um filler para quem conhece Dragon Ball há muito tempo. Porém, para os que estão chegando agora, a trama mostra o lado mais guerreiro do 17 e seus valores de justiça e camaradagem. Isso só reforça a ideia de que ele será um personagem central para a saga corrente.

Entre os pontos mais legais, temos as referências. Primeiro, o 17 volta lembrar de que havia sido programado, no passado, especialmente para matar o Goku. Outra coisa é que a dupla – mais o vilão do episódio – acabam no planeta do Sr. Kaioh, que relembra a vez que o Goku levou o Cell para explodir lá (e matar o próprio Kaioh). As mancadinhas básicas que o Goku já deu nessa vida.

Mas mais importante que tudo isso: no meio do capítulo, o Beerus tem um sonho profético nem um pouco animador para o Universo 7. Como já vimos que o Deus da Destruição tem um dom para o futuro, na visão temos o Goku e o 17 morrendo durante uma explosão na nave em que estavam resgatando os animais.

Não foi o que aconteceu, mas as profecias nem sempre são literais. Talvez a primeira morte do Goku na nova fase esteja próxima – e quem sabe o próprio Universo 7 não esteja à beira da extinção!

Saindo dos assuntos mórbidos, vale notar duas passagens bem bacanas do capítulos: a 18 lembrando que o Goku e seu irmão são parecidos, no quesito de serem bem imaturos, e a conversa do protagonista com o 17 no final.

O discurso final do Goku foi ótimo para lembrar as pessoas que ele não é bem um herói tradicional. Como o próprio diz, o objetivo foi sempre encontrar adversários fortes para desafiar, mas, ao mesmo tempo, ele não gosta de ver pessoas inocentes sofrendo. Ele é mais um herói por acaso, o que é bem divertido quando se para pra pensar.

Outra coisa é que ele lembra que parte da equipe do Universo 7 é constituída de ex-inimigos! Vocês já pararam pra pensar em quantos vilões mudaram de lado ao longo de toda a história? Saca só: Piccolo, Tenshinran, Majin Boo, 17, 18, Vegeta… até o Kuririn pode ser considerado um pouquinho antagonista, quando ele tramava contra o Goku lá quando eles eram crianças. Não estamos tratando de uma equipe fraca ou com morais 100% “do bem”. Isso é fantástico!

E, no próximo episódio, teremos Gohan vs Piccolo, para os fãs da época Z. Será que o treinamento dos dois deu resultado? E seria possível o Gohan subir para um novo nível Saiyajin durante essa saga?

Mas e aí, galera, o que acharam do episódio? Animados com o rumo que a história está tomando? Será que a morte está mesmo rondando o Goku? Não esqueçam de comentar!

Confira nossa galeria com imagens de Dragon Ball Super:

Você pode assistir os novos episódios de Dragon Ball Super todos os sábados, pela Crunchyroll. Não perca nossa review semanal todas as segundas, aqui na LH!

Imagem de perfil
sobre o autor Márcio Jangarélli

Assessor, redator e jornalista. Madonna de Jakku.