Capa da Publicação

Death Note – Produtor responde críticas quanto a etnia dos personagens na adaptação!

- – Depois de Doutor Estranho, Punho de Ferro e Ghost in the Shell, agora é a vez de Death Note.

Por Leo Gravena Death Note, a próxima produção da Netflix está, assim como outras recentes produções, recebendo diversas críticas sobre a mudança de etnia de personagens que, originalmente, são asiáticos. Alguns fãs fizeram petições e abaixo-assinados para a mudança dos protagonistas do filme.

O produtor Roy Lee ficou chocado com a reação do público ao trailer, que foi lançado em março. “Eu estive envolvido com muitas adaptações, de todo o mundo e essa foi a primeira vez que vi noticias negativas” ele disse em uma entrevista com o BuzzFeed.

Contudo, Lee deixou claro “Eu conseguiria entender as criticas… Se nossa versão de Death Note se passasse no Japão e tivessem personagens com nomes japoneses e ancestrais japoneses”. Contudo, ele deixou claro que o remake é “uma interpretação da história em uma cultura diferente, então, haverão algumas mudanças obvias. Algumas pessoas gostarão delas, algumas não”.

Concorda com o produtor? Ou acha que eles poderiam ter escolhido atores nipo-americanos para o papel? Não deixe de comentar!

Death Note estreou na Netflix dia 25 de agosto de 2017.

Imagem de perfil
sobre o autor Leo Gravena

Editor-Chefe | @LeoGravena
"...It was never going to be okay..."