Death Note – Filme da Netflix faz mudanças nas “regras” do caderno da morte!

Capa da Publicação

Death Note – Filme da Netflix faz mudanças nas “regras” do caderno da morte!

Por Gus Fiaux

Quem está acompanhando a produção de Death Note, a adaptação do mangá homônimo produzida pela Netflix, sem dúvidas já notou a quantidade de mudanças feitas na estrutura do material-fonte. Desde a transcrição da história para os Estados Unidos, até detalhes importantes da narrativa, tudo está sendo alterado para criar uma história nova e ainda não vista no mangá ou no anime.

Recentemente, o diretor Adam Wingard deu uma entrevista ao Slash Film, onde falou sobre mais mudanças estruturais na trama do longa. Uma delas, segundo ele, diz respeito ao próprio Death Note, que terá regras diferentes do mangá:

“Nossa versão é uma adaptação bem diferente. Os personagens tem motivações e históricos diferentes. Até mesmo nossa versão do caderno da morte é muito diferente. Originalmente, quase todas as mortes são associadas com ataques cardíacos, enquanto a nossa versão toma um rumo parecido com Premonição na primeira metade do filme, enquanto tudo ainda é divertido para Light. Obviamente, enquanto o filme progride, as consequências se tornam mais realísticas, e as mortes também.”

Isso não é surpresa para os fãs. Nos trailers, já vimos diversas mortes mirabolantes que não acontecem no mangá e no anime. A ideia, pelo visto, é tornar essas sequências visualmente impressionantes, em vez de apenas vermos personagens tendo infartos.

Quanto a essas novas regras, o diretor chegou a traçar um comparativo com as adaptações japonesas em live-action do mangá:

“Alguém me disse que nos filmes originais, que seguem fielmente a estrutura do mangá, eles foram contratualmente obrigados a não mudar as regras [do Death Note]. Nosso filme não muda as regras, na verdade, mas adiciona novas. Por exemplo, a regra de que se você não usa o caderno por mais de sete dias, ele reverte para Ryuk, e ele pode fazer o que quiser. Foi uma das nossas regras. Isso foi principalmente porque queríamos algo que forçasse o Light a usar continuamente o caderno, independentemente dele ter mudado de ideia ou ter ficado com peso na consciência. […] Tivemos mais algumas regras assim para aumentar a complexidade da situação.”

Abaixo, confira os pôsteres e imagens do filme:

Death Note estreou na Netflix dia 25 de agosto de 2017.

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux