Capa da Publicação

Co-criador de Watchmen fala sobre influência da história nos filmes da DC!

Por Bia Oninawa

Em uma entrevista para a ComicBook o cartunista Dave Gibbons falou sobre como acha que uma de suas obras mais conhecidas, Watchmen, influenciou nos filmes da DC.

Gibbons Alan Moore desenvolveram uma das histórias mais queridinhas dos aficionados por quadrinhos, que lidava com temas mais maduros e menos superficiais e que ajudou a trazer um publico adulto de volta para os HQs. E agora, ele comentou sobre a influencia de sua obra em diversas produções modernas.

Uma delas, foi quando perguntado sobre Matthew Vaughn como possível diretor da sequencia de Homem de Aço.

“Não sei mais do que você sobre Matthew estar envolvido com um filme do Superman. Para mim, logo de cara, parece uma ótima ideia. E acho que é assim que essas coisas estão evoluindo. Vocês sabem, houve um tempo em que os super-heróis tinham que estar realmente sombrios. E penso nos filmes do Batman: O Cavaleiro das Trevas. E, claro, também me sinto um pouco culpado, porque Alan Moore e eu instituímos a ideia de super-heróis sombrios. Nunca pensamos que isso persistiria por 25 anos, você sabe.”

Depois de levantar esse ponto, ficou quase impossível não comparar as abordagens criativas de Marvel e DC. Enquanto os filmes da DC foram pelo lado mais sombrio, Marvel fez escolhas mais coloridas e amigáveis.

“Mas eu acho que o tipo de coisa que é popular hoje em dia é algo que seja um pouco mais leve, que seja um pouco mais aventureiro e um pouco mais colorido. E penso em coisas, por exemplo, como Guardiões da Galáxia ou o novo filme de Thor, ou mesmo, Kingsman. E, você sabe, acho que esse é o tipo de entretenimento que Matthew entende muito bem. E eu realmente ficaria intrigado para ver sua pegada em Superman. Tenho certeza de que seria realmente bom para o personagem.”

Gibbons ainda se arriscou a comentar o que acreditava que faltou em Batman vs Superman, dirigido por Zack Snyder.

“Penso, como já disse anteriormente, que a tendência do entretenimento agora é encontrar algo que seja mais divertido, menos sombrio, que seja muito mais cheio de esperança. E eu acho que provavelmente o fracasso do filme do Batman vs Superman foi que estava realmente muito sombrio, e que o Superman ficou tão sombrio quanto o Batman. E para mim, isso realmente não funciona, pensei que essa era a oportunidade perfeita para contrastar os dois personagens “.

Foi justamente o que Gibbons fez em seu quadrinho Os melhores do Mundo, que com uma pegada completamente diferente do filme de Zack Snyder, trabalhou o contraste dos heróis, vistos como uma espece de yin e yang, dois lados da moeda de super-herói. Ele se esforçou para trabalhar os dois personagens icônicos e os ideais heroicos que cada um deles representavam.

Que a influencia de Watchman sobre as produções foi forte, ficou realmente claro. Mas será que os filmes da DC irão conseguir se desvencilhar desse ar sombrio e talvez, procurar uma abordagem mais leve para os próximos filmes?

A próxima produção da DC que chegará aos cinemas será Liga da Justiça e poderemos ver como os diretores optarão por guiar a narrativa. Até lá podemos acompanhar as fotos da produção bem aqui:


Liga da Justiça já está em cartaz nos cinemas.

Imagem de perfil
sobre o autor Bia Oninawa

"Naturalmente está acontecendo dentro da sua cabeça, mas por que é que isto deveria significar que não é verdadeiro?" - Alvo Dumbledore | Twitter/ Instagram: @casamentonerd