Capa da Publicação

Boruto: Ep. 23 – A nova direção da família Uchiha!

Por Márcio Jangarélli

Agora sim, meus amigos! Quando a Sakura jogou aquele bloco de pedra gigante, surtada, no Shin, eu já coroei esse o melhor episódio de Boruto. O vigésimo terceiro capítulo trouxe tudo que mais gostamos nas histórias dos ninjas: ação, drama, um pouco de discurso, um pouco de humor e a Raposa de Nove Caudas botando um tantinho de terror.

Em busca da Sakura, Sasuke, Naruto e as meninas encontraram o esconderijo do vilão depois de conversarem com o Orochimaru no capítulo passado, mas acontece que a moça já estava resolvendo as coisas por si mesma – e acho que essa foi uma das melhores cenas de ação que vimos da Sakura em MUITO tempo. Tipo, muito mesmo. Deu até pra lembrar da menina que lutou junto da Chiyo com o Sasori, pela atitude, pela força brutal e pela falta de piedade que ela estava aplicando na batalha.

Uma coisa, no entanto, que esse episódio confirmou é que, para Boruto funcionar, os ex-protagonistas tiveram que ficar bem preguiçosos com o tempo. O Shin não é uma ameaça no nível da VERDADEIRA Akatsuki, muito menos do que veio depois da facção. Se eles estivessem não com o nível de poder, porque isso é provável que eles ainda tenham, mas com a disposição e o treino de Shippuden, não era para o vilão ter nem mesmo arranhado um dos três. Talvez o Naruto, mas por descuido.

De qualquer forma, esse é aquele capítulo que você assiste satisfeito do começo ao fim. Ver a Sarada usar o Sharingan e a concentração de chakra pela primeira vez foi épico, mostrando o potencial da personagem, o final do Shin fez mais sentido no anime e o Naruto assustando os clones com o Kyuubi foi uma das melhores coisas da série toda.

Para fechar o arco, reunião feliz da família Uchiha e confirmando: sim, a Sakura é a mãe da Sarada. Não colocaram isso no anime, mas por algum tempo a Sakura acompanhou o Sasuke em suas missões, inclusive depois de grávida. É aí que a Karin ajuda no parto da Sarada e tem todo o lance com o cordão umbilical.

Outro pequeno arco paralelo fechado aqui foi o da ChöChö descobrindo o Chöji magro depois de usar seu jutsu secreto. Ela estava todo esse tempo em dúvida sobre seu pai porque nunca tinha visto ele naquela forma antes.

Para finalizar, vemos a repercussão do relacionamento criado entre Sarada e o Nanadaime: a moça, em uma conversa com o Boruto, assume que quer se tornar Hokage. Assim começamos uma nova jornada. Foi uma ótima aventura, não?

Na próxima semana, um episódio focado na relação entre Sarada e Boruto, onde veremos os time do Konohamaru se formando. Ansiosos? Não esqueçam de comentar!

Você pode assistir Boruto: Naruto Next Generations, todas as quartas-feiras, pela Crunchyroll. E não percam nossa review semanal do anime, todas as sextas, aqui na LH!

Imagem de perfil
sobre o autor Márcio Jangarélli

Assessor, redator e jornalista. Madonna de Jakku.