Capa da Publicação

Attack on Titan: 2.01-02 – Titãs nos protegendo de Titãs!

Por Fernando Maidana
Pelo fato de termos iniciados nossos Reviews de Animes apenas essa semana, é justo fazer um compilado entre os acontecimentos do primeiro episódio e os apresentados no mais recente capítulo da trama. Vale ressaltar que apenas os eventos do anime serão considerados, portanto não apresentaremos elementos presentes no mangá ou jogos.

No retorno de Attack on Titan, vemos Annie Leonhart presa em um cristal após ser derrotada por Eren Jäger. Nós já havíamos percebido que a traidora da humanidade estava disposta a sacrificar tudo para não ser interrogada quando convocou outros Titãs e permitiu ser “devorada” na Floresta das Árvores Gigantes. Portanto, parte da segunda temporada deve explorar os esforços de Hanji Zoe para encontrar uma maneira de resgatar Annie.

Como se isso não fosse problema o bastante, após a batalha o rosto de um Titã é visto em meio à muralha. Apesar do susto inicial, logo descobrimos que o monstro está preso no interior da muralha e o Pastor Nick implora para que ele seja mantido isolado da luz do Sol. Certamente, os Adoradores da Muralha terão um papel crucial na segunda temporada, já que eles parecem saber muito mais sobre os segredos dos muros do que os outros.

Mas a história do primeiro episódio se passa 12 horas antes desses acontecimentos. Os recrutas da 104ª Unidade de Cadetes estavam sendo mantidos em vigilância sob suspeita de haver mais um traidor infiltrado no grupo. Repentinamente, um grupo de Titãs se aproxima, vindos do Sul, sugerindo que a Muralha Rose teria sido comprometida.

Mike Zacharias, considerado o segundo membro mais habilidoso da Tropa Exploratória, abaixo apenas do Capitão Levi, ordena que o grupo alerte as cidades mais próximas e decide combater os Titãs por conta própria. É nesse momento que somos apresentados ao Titã Bestial. Diferente dos outros Anormais, esse Titã possui pelos sobre seu corpo e consegue comunicar-se normalmente, tanto com outros Titãs quanto com os humanos!

Ele rouba o Dispositivo de Movimentação Tridimensional de Mike e permite que os Titãs o devorem em uma cena extremamente gráfica, digna da morte da mãe de Eren no primeiro episódio da série.

É importante observar que, no caso de Annie, sua Titã Fêmea já tinha conhecimento dos DMTs, enquanto o Titã Bestial parece surpreso com o equipamento, sugerindo que, talvez, ele não esteja ligado com os ataques da Titã Fêmea.

O segundo episódio é focado em Sasha Blouse, o que chega a ser uma ligeira decepção, já que a segunda temporada contará com apenas 12 episódios e a trama de Sasha nunca foi importante para o desenvolvimento da saga, dando ares de um episódio Filler que não contribui para o andamento dos mistérios levantados anteriormente.

Conhecemos um pouco mais do passado da garota e sua relação com seu pai. Por viver em uma área invadida pela população de Shinganshina após a destruição da Muralha MariaSasha estava sempre tendo de lutar por comida. Além disso, ela descende de uma família de caçadores e, por isso, tem seus instintos tão aguçados. É mostrado que a personagem tem problemas em lidar com outras pessoas, justamente por isso disfarça sua inaptidão social com seus trejeitos.

Sasha salva uma garotinha que presencia sua mãe, paralítica, ser devorada por um Titã de classe 3 metros. É interessante notar que quanto menores os Titãs, mais assustadores eles ficam. É claro que um Titã de 60 metros, como o Colossal, por si só já é amedrontador o suficiente. Mas um Titã menor é comparável a um humano, o que torna o ato de devorar uma pessoa ainda mais cruel e violento.

O episódio conclui-se com uma cena em Ragako, o vilarejo de Connie Springer. O jovem soldado é enviado para lá com uma pequena tropa, mas encontra o lugar devastado pelo ataque dos Titãs. Surpreendentemente, há uma Titã caída sobre sua antiga casa. Ela está viva, mas não consegue se mover devido aos seus membros frágeis, o que levanta o questionamento de como ela foi parar ali.

Vale ressaltar que o episódio esforçou-se em mostrar como os olhos da Titã são parecidos com o do próprio Connie, sugerindo que o monstro tenha sido, antes de se tornar um Titã, um parente do garoto. Provavelmente sua mãe.

O episódio mais levantou questionamentos do que respondeu às nossas dúvidas, mas parece que Hanji terá um novo Titã para realizar seus experimentos em Ragako. No entanto, o que isso quer dizer? Nós ainda não sabemos como os Titãs se reproduzem. Será que eles se multiplicam através de infestação, como em uma epidemia zumbi?

Eren descobriu que só consegue se transformar em um Titã quando tem um propósito em mente. Será que a mãe de Connie Springer conseguiu se transformar no monstro na tentativa de salvar sua família?

Também podemos destacar a nova abertura, embalada por Shinzou Wo Sasageyo do grupo Linked Horizon e que remete à primeira – e incomparável – abertura, executada pela mesma banda. O encerramento não é memorável, mas os fãs do mangá reclamaram do excesso de spoilers. Para quem acompanha apenas o anime, não passam de cenas desconexas que não entregam muito da trama, mas, mais uma vez, percebemos que os Adoradores da Muralha desempenharão um grande papel de agora em diante, além de sugerir que, talvez, conheçamos o mundo além dos muros.

Attack on Titan retornou com seus incríveis traços, seu roteiro intrigante e parece querer fugir do núcleo que protagonizou a primeira temporada, dando mais destaque para outros personagens e apresentando elementos que nos deixam cada vez mais intrigados. Se o anime conseguir manter a qualidade da primeira temporada, podemos esperar uma nova grande obra!

Por enquanto, só nos resta aguardar e torcer para que vejamos Eren Jäger aperfeiçoando seus poderes de Titã e para que Levi se recupere logo e protagonize grandes momentos de ação ao lado de Mikasa.

Imagem de perfil
sobre o autor Fernando Maidana

Boa piada. Todos riem. Rufam os tambores. Cortinas se fecham.