Capa da Publicação

X-Men – Grande quadrinista culpa a Marvel pelo declínio da equipe nas revistas!

Por Márcio Jangarélli

Considerando que hoje, depois de anos liderando os mercados de quadrinhos e produtos da Marvel, os mutantes foram podados ao máximo, com sua última linha de brinquedos sendo baseada na animação de 2009 “Wolverine e os X-Men”, é claro o “boicote” da empresa aos personagens por conta de suas propriedades cinematográficas pertencerem à Fox.

Chris Claremont escreveu histórias incríveis para os X-Men, principalmente nos anos 80 e 90, sendo um dos responsáveis pela icônica Saga da Fênix Negra. Falando com a Collider, Claremont comentou sobre sua frustração quanto ao tratamento que os X-Men estão recebendo nos quadrinhos, culpando os acordos cinematográficos pelo problema.

Isso não tem nada a ver com a venda de quadrinhos, isso tem tudo a ver com o fato de que os direitos dos filmes são controlados por uma corporação rival.

Eu garanto para vocês que se 10 anos atrás, quando a Marvel foi abordada pela Disney, os direitos dos filmes dos mutantes fossem da Marvel Studios e não da Fox, os X-Men provavelmente ainda seriam a revista central do cânone. A razão pela ênfase em outros títulos é porque a Marvel/Disney controla os direitos das produções dos auxiliares, enquanto todos os direitos dos longas do Quarteto Fantástico e dos X-Men são controlados pela Fox, que não tem interesse em quadrinhos.

Então eu acredito que a atitude corporativa de publicação é: ‘por que nós iremos nos esforçar para promover um título que beneficia os filmes de uma corporação rival, quando nós podemos pegar essa mesma energia, entusiasmo e foco e usá-los em nossas propriedades?’.

Vide a ascensão dos inumanos como o novo equivalente aos mutantes. Eu poderia querer outras coisas, mas não são meus 5 bilhões de dólares ali”, comentou Claremont.

O autor ainda tocou em assunto delicado em seu comentário: E se a Fox resolvesse devolver os mutantes para a Marvel?

Não é um problema de promoção, é puramente um caso de propriedades. Se, em algum ponto, a Fox decidir que os X-Men não são mais lucrativos, eu tenho certeza que eles farão um negócio com a Disney. Mas também acho que o acordo que eles irão propor será extraordinariamente caro e a Disney ou a Marvel podem simplesmente dizer, ‘foda-se’.  ‘Nós amamos os X-Men, mas nós não vamos nos machucar para consegui-los, porque nós temos nossas outras propriedades que estão se saindo muito melhor. Se vocês quiserem devolvê-los ou aceitarem um acordo razoável, isso é uma coisa, se vocês quiserem ficar nessa loucura, fodam-se vocês”, finalizou o quadrinista.

Falando sobre Marvel e Fox, Legião, primeira série em live-action baseada nos quadrinhos dos mutantes, é uma parceria entre as duas empresas. Confira nossa galeria com as últimas imagens divulgadas da produção:

Legião estreia em Fevereiro de 2017, pelo FX.

Fonte: HeroicHollywood

Imagem de perfil
sobre o autor Márcio Jangarélli

Assessor, redator e jornalista. Madonna de Jakku.