Capa da Publicação

Liga da Justiça – Designer fala sobre a criação dos trajes para o filme!

Por Mike Sant'Anna

O designer já está se vendo incrivelmente ocupado criando os visuais do universo cinematográfico da DC inteiro. Para Batman vs Superman nós temos apenas 4 membros da Liga da Justiça revelados. Em uma recente entrevista para o Comic Book Resources, Wilkinson falou sobre a experiência de trabalhar com esses trajes e criar o icônico traje do Cavaleiro das Trevas:

“Foi realmente uma experiencia muito divertida e humilde pois eu cresci assistindo todos os diferentes filmes do Batman. Toda vez que um filme novo do Batman saía eu ficava imaginando ‘Meu deus! Imagino como ele irá parecer, como eles levarão para um outro nível?’ Então para ser de fato esse cara capaz de contribuir como o próximo bat-traje irá parecer é bastante surpreendente. Eu acho que a gente só arregaçou as mangas e não pensou na pressão e só embarcou, trabalhando com um diretor muito confiável e amado, que eu já trabalhei junto em quatro outros filmes com ele, Zack Snyder. Então havia uma zona de conforto muito real para verdadeiramente ser livre e tentar algo inovador e interessante. Adicionado à isso também havia a Mulher-Maravilha no nosso filme também. Então esse foi um grande momento para mim: Criar o novo visual da Mulher-Maravilha.”

Ao contrário da Mulher-Maravilha e do Superman, o Batman não apresenta apenas o seu traje normal, ele também utiliza sua armadura de batalha, e Wilkinson explica como eles decidiram usar o visual de Frank Miller:

“Na verdade sim, Zack Snyder é um grande fã de Frank Miller — Você provavelmente sabe disso porque ele dirigiu 300, que também é um projeto de Frank Miller — Então nós olhamos nos quadrinhos. Nós realmente olhamos como o Batman foi desenhado nos últimos 75 anos e meio que começamos à pensar no que nós queríamos dizer sobre o Batman, sobre como o Batman era mais corpulento e mais velho. Ele é um cara que de fato não depende de uma armadura, ele é fisicamente em forma e enorme. Quando ele tem que lutar com o Superman ele obviamente quer levantar seu jogo, e é quando ele põe sua enorme armadura de ferro. Mas sim, houve um monte de ideias e pensamentos e muitas foram pra essa direção.”

Com a Mulher-Maravilha fazendo sua grande estreia agora também, Wilkerson quis explorar suas raízes gregas:

“A coisa mais importante para nós, foi que a Mulher-Maravilha foi levada seriamente e que ela tem essa força quando ela se equiparou com esses dois outros homens, que ela tem uma quantidade igual de poder. Então quando nós fizemos ela, nós fomos de volta para as raízes guerreiras dela e para as raízes gregas, e demos para ela algo que imitasse uma armadura de gladiador. É muito prático. Tem cintas e todos tipos de equipamentos. parece que foi realmente usado em batalha. É surrado e cheio de marcas de espada de todos seus inimigos que ela vem enfrentando.”

Esse é o segundo filme do Superman nesse universo cinematográfico, e nada mais justo do que o Homem de Aço receber um upgrade no seu traje:

“Nós quisemos continuar brincando com isso. Tem uma incrível citação em Kriptoniano que está meio que misturado no seu traje. Nós traçamos alguns dos elementos. Ele mostra alguns novos materiais. Nós quisemos continuar forçando isso para parecer o mais fantástico possível.”

E quanto ao filme da Liga da Justiça que irá estrear em breve, e seus respectivos trajes individuais de cada herói, Wilkinson disse: “Eu estou exatamente no meio disso. Nós temos testes de câmera vindo muito em breve, com os novos personagens que nós estabelecemos. Então é imensamente excitante, esmagador e emocionante. Então nós realmente pensamos sobre esses novos personagens, como seus poderes se equilibram na Liga da Justiça, qual papel todos eles representam. Como eles diferem um do outro. Eles tem uma relação diferente com poder, como isso se expressa pelos seus trajes. Muito trabalho está sendo posto nisso.”

Batman vs Superman: A Origem da Justiça estreia em 24 de março de 2016.

Imagem de perfil
sobre o autor Mike Sant'Anna

Eu sou o melhor no que eu faço, mas o que eu faço... É bem retardado.