Capa da Publicação

Marvel quer um ator jovem para interpretar o Homem-Aranha!

Por Leo Gravena

A Disney está há anos tentando adquirir os direitos do Homem-Aranha, tendo oferecido bilhões (ao mesmo nível da franquia Star Wars). A Sony recusou, no entanto, e segundo fontes do Hollywood Reporter, não houve qualquer troca de dinheiro no acordo. Na verdade, todo o acordo é bem diferente do que a maioria das pessoas estão achando.

Aparentemente tanto Marvel quando Sony irão se beneficiar, isso é obvio. Porém a Marvel, que ainda controla os direitos de comércio dos produtos do personagem irá se beneficiar com as vendas dos produtos, mais do que qualquer quantia que a Sony poderia ofertar. Segundo uma fonte a “Sony nunca teria feito o acordo se tivesse os direitos de comercialização. Até mesmo um filme com baixa arrecadação pode ser salvo com a venda dos produtos, e o Homem-Aranha é uma das maiores marcas no mercado.”

E mesmo com a Marvel tendo controle da franquia, Sony e Amy Pascal ainda terão influencia em quem irá interpretar o personagem, e agora começa uma busca por um ator mais jovem do que Andrew Garfield, que já possui 31 anos. Eles também estão procurando por um escritor, então parece que Drew Goddard foi descartado junto de Marc Webb, que não estará voltando. Segundo as fontes, Matt Tolmach e Avi Arad foram rebaixados de produtores executivos para apenas produtores, então eles não estarão envolvidos em qualquer decisão criativa da franquia.

Enquanto isso, outra fonte disse que esse é o primeiro passo da Marvel para adquirir totalmente os direitos do Homem-Aranha futuramente, acreditando que a Disney já está pronta para adquirir a Sony caso ela esteja disponível. Se a junção der certo, parece ser meio difícil que a Sony simplesmente decida largar do Homem-Aranha, mas é de se imaginar que o Kevin Feige tenha um plano muito bem elaborado para o futuro do Universo Cinematográfico Marvel, com o Homem-Aranha presente.

Imagem de perfil
sobre o autor Leo Gravena

Editor-Chefe | @LeoGravena
"...It was never going to be okay..."