Capa da Publicação

Futuro do Homem-Aranha na Sony pode ser pior do que pensávamos!

Por Leo Gravena

O novo presidente do grupo de cinema da Sony entra no lugar de Amy Pascal após o fiasco dos e-mails hackeados. Mesmo não reconhecendo seu nome, você provavelmente se lembra de seu trabalho.

Tom Rothman dirigia a Fox na época em que Demolidor, Elektra e o antigo Quarteto Fantástico foram lançados. Foi ele que adiantou X-Men: O Confronto Final, forçando Bryan Singer a abandonar o projeto, e então colocou Brett Ratner no seu lugar.

Dizem por aí que também foi ele quem alterou tanto X-Men Origins: Wolverine que o filme se tornou uma bagunça tão grande que o próprio diretor, Gavin Hood, não conseguiu reconhecer.

Alguns dizem que Rothman não gosta de filmes de quadrinhos em geral, tendo apenas os produzido por serem lucrativos e é alegadamente uma das razões entre a rivalidade entre os estúdios da Fox e Marvel atualmente.

É obvio que toda a culpa não pode ser atribuída apenas a Rothman, mas o fato é que esses episódios aconteceram sob sua supervisão. Se isso irá afetar os planos do Homem-Aranha e seus diversos spin-offs, somente o futuro irá dizer, contudo, se Rothman não tiver aprendido com o passado, os fãs que criticaram O Espetacular Homem-Aranha 2 podem acabar olhando saudosamente para o passado.

Fonte: CBM

Imagem de perfil
sobre o autor Leo Gravena

Editor-Chefe | @LeoGravena
"...It was never going to be okay..."