Capa da Publicação

DreamWorks enfrenta maior crise de sua história!

Por Leo Gravena

“A principal prioridade da DreamWorks Animation é obter êxito em nível criativo e financeiro”, afirmou em nota o também co-fundador da empresa, Jeffrey Katzenberg. “Acredito que este plano estratégico produzirá bons filmes, conseguirá melhores bilheterias e aumentará os ganhos da empresa”, defendeu.

Depois da reestruturação, após o fracasso de “As aventuras de Peabody e Sherman” e de “Turbo” (lançados no ano passado), o lucro bruto do quarto trimestre de 2014 deve chegar a US$ 290 milhões.

“Meu tempo e meu foco devem estar em fazer blockbusters que deem certo. E nós temos as pessoas certas para isso.”, disse Katzenberg.

Agora, a DreamWorks vai se concentrar nas seis animações previstas para os próximos três anos: “Kung Fu Panda 3” e “Trolls” (2016); “Boss Baby” e “Os Croods 2” (2017); e “Larrikins” e “Como Treinar o Seu Dragão 3” (2018).

Criado em 2000 por Spielberg, Katzenberg e David Geffen, a DreamWorks Animation é o maior estúdio de animação independente de Hollywood. Desde o ano passado, já foram quase mil demissões e o estúdio parece estar em busca de um comprador para evitar fechar as portas.

Fonte: CB

Imagem de perfil
sobre o autor Leo Gravena

Editor-Chefe | @LeoGravena
"...It was never going to be okay..."