Capa da Publicação

Diretora revela motivo para não ter aceito proposta da Marvel!

Por Leo Gravena

Obviamente, essa não foi uma decisão fácil para ela. Quando DuVernay se encontrou com os executivos da Marvel Studios para discutir se ela era “compatível” com eles e as ideias que eles tinham para o filme, ela mesma acabou percebendo que Pantera Negra seria um grande compromisso que faria com que ela tivesse que deixar de lado diversos projetos mais importantes para ela.

Para mim, foi um processo de tentar descobrir se essas eram as pessoas com as quais queria me relacionar. Porque é quase que um casamento, seriam três anos.” Explicou a diretora. “Seriam três anos não fazendo outras coisas que são importantes para mim. Então era uma questão de ‘Isso é importante o suficiente para mim?’ Em um momento, a resposta foi sim, pois eu percebi que havia valor em colocar esse tipo de imagem na cultura de uma maneira gigantescamente mundial, de certa forma: animação, ação, diversão, todas essas coisas, e ainda seria focado em um homem negro como herói. Isso seria revolucionário.

Um dos pontos positivos que fizeram com que DuVernay ficasse interessada foi o reconhecimento internacional que ganharia ao dirigir um filme da Marvel.

Esses filmes da Marvel vão para todo lugar, de Shangai a Uganda, e nada que eu fizer provavelmente irá alcançar tantas pessoas, então acreditei ter um bom valor nisso. Foi assim que as conversas continuaram, pois estava interessada nisso. Mas todo mundo está interessado em coisas diferentes”

No final, a decisão foi devido ao compromisso com o filme. Ela disse que não conseguia imaginar colocar todo tempo e esforço em um filme que, no final “Não seria um filme de Ava DuVernay.”

DuVernay é uma recente, porém aclamada diretora. Por seu trabalho em Selma, DuVernay foi a primeira mulher afroamericana a ser indicada para o Globo de Ouro e o filme foi indicado para “Melhor Filme” no Oscar de 2015, o que a tornou a primeira mulher negra a ter um filme indicado no prêmio da Academia. Seu próximo projeto irá ser focado nos aspectos sociais e ecológicos do Furacão Katrina e DuVernay é uma grande promessa quando se fala em diretores que terão um futuro brilhante pela frente. Assim, não é uma grande surpresa que a Marvel tenha demonstrado interesse nela.

Já o filme do Pantera Negra, que ainda não tem um diretor confirmado, chega aos cinemas em 6 de Julho de 2018. Pelas revelações de Ava DuVernay, já sabemos que o filme deve entrar em desenvolvimento em breve, assim, a revelação de quem irá dirigir e roteirizar o filme não deve estar longe.

Confira também o que não pode faltar no filme do Pantera Negra!

Erro: Galeria/Lista não encontrada ou não publicada

Fonte: Hollywood Reporter

Imagem de perfil
sobre o autor Leo Gravena

Editor-Chefe | @LeoGravena
"...It was never going to be okay..."