Capa da Publicação

Deuses do Egito – Ator do Pantera Negra fala sobre controvérsia e diversidade!

Por Gus Fiaux

O próximo filme de Alex Proyas (O Corvo), Deuses do Egito, já causou uma grande polêmica em todo o mundo, pela falta de diversidade étnica apresentada no filme. Agora, um dos únicos atores negros do filme, Chadwick Boseman, foi concreto na sua decisão de apoiar as pessoas que se revoltaram contra o “whitewashing” promovido pelo filme:

“Eu geralmente tento não tocar em assuntos como controvérsias, mas algumas pessoas disseram ‘Ei, talvez você queira dar uma olhada nisso.’ E quando eu fui originalmente chamado para ler o roteiro, eu pensei que essa crítica poderia surgir, de verdade. Eu estou feliz que tenha surgido, porque, na verdade, eu concordo com isso. Foi por isso que quis fazer o filme, para que vocês pudessem ver alguém de origem africana interpretando Thoth, o pai da matemática e astronomia, e o deus da sabedoria. E no filme, eu realmente estou em vantagem numérica em relação aos outros deuses, tanto literal quanto figurativamente. É difícil falar isso sem que as pessoas vejam. Mas sim, as pessoas não estão interessadas em fazer filmes custando $140 milhões estrelados por negros”.

Com um aceno de cabeça e uma triste expressão, Boseman terminou sua entrevista. Ele denuncia uma realidade que acontece há anos na indústria cinematográfica e é compactuada até hoje. Para além de Deuses do Egito, já vimos situações parecidas, em Êxodo: Deuses e Reis, por exemplo. Porém, Boseman é uma das faces dessa mudança. Ele será apresentado em Capitão América: Guerra Civil, como o Pantera Negra e terá seu filme solo em 2018, representando um dos primeiros super-heróis de quadrinhos a ganharem filmes solo de amplo alcance nos cinemas.

Erro: Galeria/Lista não encontrada ou não publicada

Deuses do Egito estreia em 26 de fevereiro de 2016.

 

Fonte: Comic Book Movie

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux