Capa da Publicação

Demolidor – Diretor fala sobre futuros vilões e a série dos Defensores!

Por Leo Gravena

Steven S. DeKnight, em entrevista com o Comic Book, disse que foi abordado para ser o roteirista chefe/Showrunner de Demolidor logo após finalizar Spartacus. Ele disse que os dois primeiros episódios já estavam escritos por Drew Goddard, com que havia trabalhado anteriormente em Buffy e Angel, e simplesmente adorou o roteiro, principalmente por ser um grande fã de quadrinhos.

Logo após, perguntaram sobre como ele lidou com o fato de que atualmente há uma aversão a histórias de heróis mais sombrias e cínicas, o que é justamente o que ele fez em Demolidor, ao que o roteirista respondeu que “Depende muito do personagem. Se estivesse fazendo algo do Homem-Aranha, não executaria deste jeito (de forma sombria).”

Ele continuou falando sobre o assunto, “Acho que essa aversão começou com O Homem de Aço, e como as pessoas não esperavam aquilo a partir dos quadrinhos. Eu amo O Homem de Aço, e sou um grande fã do Zack Snyder, mas novamente, acho que depende do personagem. Estou muito animado de saber que o Deadpool vai ter classificação +18, porque é como deveria ser. Mas honestamente, se estivesse fazendo um filme do Aquaman, duvido que faria dele algo adulto. Realmente depende do personagem, e isso deve dizer que será mais sombrio, profundo e mais adulto.”

demolidoso

Após falar um pouco sobre seu trabalho como produtor em Smallville, Steven DeKnight falou de suas inspirações para Demolidor, como o arco de Miller, que obviamente influenciou muito o visual do herói. Ele também diz ter sido influenciado pelas histórias de Brian Michael Bendis e Alex Maleev, “Eu achei que (a história) era mais erudita, forte de uma maneira que parecia quase que do mundo real.”

“Estou chocado e encantado” Disse o showrunner sobre qual era sua reação para a reação do publico e crítica quanto a série. “Estou mais orgulhoso disso do que qualquer outra coisa na qual trabalhei, do começou ao fim. O elenco, a produção, os dublês, os cinegrafistas, o roteiro – tudo pareceu se encaixar.”

Contudo, Steven disse que algumas pessoas reclamaram: “Algumas pessoas reclamaram que o ritmo estava lento,” porém ele não se deixou abalar. “Eu me lembro de dizer aos fãs no twitter que alguns iriam amar, outros não gostariam, e está tudo bem.” Continuando, dizendo que “no fim, queríamos fazer um drama criminal e não um show de ação.”

Quando perguntaram sobre a segunda temporada, Steven DeKnight falou que ainda não há uma confirmação, já que existem mais três shows e Os Defensores para sair antes de que possam voltar na trama, porém deixou claro o que pretende fazer, “Existem vários grandes arcos, como o épico da Elektra com o Mercenário.” Além disso, eles também tem alguns vilões favoritos, “Sempre falamos que queremos colocar o Metalóide ali, não sabemos como, já que ele é um pouco estranho, mas tem vários ótimos lugares para se ir.”

eke

DeKnight também citou algo que os fãs já planejam ver futuramente, “Podemos trazer Danny Rand ou o Luke Cage, e fazer com que Matt trabalhe com eles. E as fantásticas partes com Jessica Jones, onde ela trabalha com Matt para sua firma de advocacia.

Ao final da entrevista, perguntaram se ele havia alguma dica para dar a Melissa Rosenberg e Cheo Coker, showrunners de Jessica Jones e Luke Cage, respectivamente. O que DeKnight respondeu dizendo que “Começarei dizendo que eles não precisam de nenhuma sabedoria vinda de mim. Eles sabem o que estão fazendo.” Após, ele aconselhou que, caso filmassem no inverno em Nova York, levassem bastante agasalhos e calças de snowboard!

lukejess

Finalizando, Steven DeKnight deixou claro o quão fã de heróis e quadrinhos é, “Eu mal posso esperar para saber o que eles estão fazendo. Acho que a história do Brian Michael Bendis com ela (Jessica Jones) em Alias é uma das melhores histórias em quadrinhos. Mal posso esperar para ver isso tomando vida. E Luke Cage é outro personagem com o qual cresci, junto de Danny Rand. Finalmente, podemos ter algo com os Heróis de Aluguel futuramente. Apenas veja o panorama de todas as diferentes oportunidades com esses shows de histórias em quadrinhos e realmente tem algo para todo mundo.

É uma era de ouro para ser alguém que cresceu lendo e ama quadrinhos.”

Fonte: CB

Imagem de perfil
sobre o autor Leo Gravena

Editor-Chefe | @LeoGravena
"...It was never going to be okay..."