Capa da Publicação

X-Men: Bryan Singer espera que os fãs apenas esqueçam alguns erros de continuidade

Por Vinicius Tavares

“Algumas coisas você deixa para trás. Em X-Men 3 Bolivar Trask era um rapaz Afro-americano, em X-Men 1 eu escrevi a linha de que com certeza agora eu me arrependo: ‘Quando eu tinha 17 anos, eu conheci um jovem chamado Erik Lensherr’ e então em X-Men: Primeira Classe eu mudei isso! Algumas dessas coisas eu espero que o público esqueça mas na maior parte dele eu presto atenção ao universo.” Então em outras palavras, lidem com isso porque nem todos os erros de continuidade podem ser corrigidos. Singer também escreveu X-Men: Primeira Classe e serviu como produtor do filme, o que significa que ele contribuiu com os erros de continuidade que ocorreram na franquia. Ele também falou sobre trabalhar com Ellen Page, “Não apenas em X-Men 1 e 2, mas também em X-Men 3 – Eu estava muito animado em ter [Kitty Pride] Ellen Page no filme como uma personagem. Na verdade, Simon Kinberg e eu escrevemos a cena de Wolverine Imortal em que Patrick Stewart era re-introduzido no universo cinematográfico e foi dirigida por James Mangold.”

O que acham? Bryan Singer está certo?

Fonte: CBM

Imagem de perfil
sobre o autor Vinicius Tavares

Finjo programar desde os 10 anos e hoje cuido da T.I. daqui. Se você está lendo algo escrito por mim, provavelmente todos da equipe estão mortos.