Capa da Publicação

Stephen Amell fala sobre o crossover de Flash e Arrow e da importância de um universo compartilhado!

Por Gus Fiaux

Repórter: “O que você está mais animado para que os fãs vejam?

Amell: “Ah, tem vários momentos que eu não posso realmente falar sem estragar. Eles serão bem claros quando você ver o episódio. Mas no geral, sabe, estar nas telas com outro personagem icônico do calibre do Flash. É divertido.”

R: “Sim, sabe, o Arqueiro sabe que Barry tem poderes, mas como é para ele estar no mundo de Barry, com outros personagens com poderes andando livremente por aí?

A: “Sabe, Oliver não fica tão de queixo caído assim por toda a ideia de super velocidade e meta-humanos. Não acho que o afeta tanto quanto muita coisa que ele já viu em Arrow. Afeta Diggle. E acho que as pessoas estão mais descontentes com a presença de Oliver ou do Arqueiro em Central City do que Oliver fica admirado pelos poderes do Flash.”

R: “Há um momento no episódio do Flash que é bem importante para Oliver e o Arqueiro. Para você, foi legal ter algo importante acontecendo no crossover?

A: “Estas são duas séries diferentes, mas quando dizemos que é o mesmo universo, é realmente o mesmo universo. Ambas são escritas por Greg Berlanti e estamos constantemente pensando em pequenas coisas que podemos fazer em nossos episódios, não apenas no crossover para refletir esse outro mundo que existe. E já tivemos pequenas coisas como Felicity indo para Central City. Temos pequenas referências às coisas acontecendo em Central City. Estamos tentando manter a ideia que ambos os mundos existem não apenas em grandes crossovers.”

Fonte: IGN

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux