Capa da Publicação

VvsX #0 – Onde o fim começa

Por Gus Fiaux

Lembrando que eu, autor da review não acompanhei nada que saiu dos EUA, e também fiquei o mais longe o possível de futuros spoilers, conseguindo evitar a maioria, então, certas coisas a caráter do futuro da saga e suas consequências não me são familiares (ainda), e pretendo acompanhar tais acontecimentos com vocês, leitores da Marvel/Panini. Também gostaria de me desculpar pelo atraso em fazer essa review, visto que os dois volumes discutidos nela (Vingadores Vs X-Men #0 e Os Vingadores #110) demoraram para chegar na maioria das bancas devido ao rápido esgotamento das tiragens de uma delas.

Mas chega de papo-furado e vamos logo ao que interessa. Nem preciso dizer que o texto estará lotado de spoilers, então se você ainda não leu, feche a janela do navegador, corra rápido nas bancas para garantir seu volume de VvsX #0 e Os Vingadores #11, ou então compre on-line pelo site virtual da Panini.

cable-is-reborn-in-avengers-x-sanction-20110913034326294-000Começando nossa review pela edição #0 da saga principal, Vingadores Vs X-Men, temos os volumes 1-4 de X-Sanction (traduzidos aqui como Sanção X), que marcam a volta de Cable, o qual muitos pensavam estar morto, aparentemente enviado ao futuro no fim de Second Coming (Segundo Advento), publicado pela Panini em 2011. Cable é enviado ao futuro e encontra um planeta devastado, junto de seu parceiro de viagens, Blaquesmith, que lhe conta que tal destruição foi responsabilidade única e exclusiva dos Vingadores, que de certa forma, conseguiram matar Esperança Summers, filha adotiva de Cable e Messias Mutante. Cable então, volta ao passado e começa uma caçada aos Vingadores, capturando assim o Falcão, o Capitão América, o Homem de Ferro e o Hulk Vermelho, cada um destes procurando outro Vingador desparecido (Falcão some, Capitão vai atrás dele e some, Homem de Ferro vai atrás deles e some e assim por diante). Cable confronta os Vingadores um de cada vez, a fim de prendê-los e interrogá-los sobre qual a finalidade de terem matado sua filha, Esperança. Porém, como nem tudo são rosas, cabe a mim alertá-los que Cable está completamente infectado pelo Vírus Tecnorgânico, enfrentando uma luta pessoal como nunca antes pelo controle de seu próprio corpo. O vírus em certos momentos, até ajuda o herói, como é o caso de sua luta com o Hulk Vermelho. Depois da derrota do mesmo, Cable descobre que seu aliado, Blaquesmith chama ninguém menos que sua filha, Esperança e seu pai, Ciclope, para que eles o impeçam de tais atos de loucura. Ao mesmo tempo, o Homem-Aranha e o Wolverine aparecem, atrás de seus colegas Vingadores desaparecidos, e o que vem a seguir é um pandemônio de luta entre Cable, Esperança, Ciclope e os dois Vingadores. Esperança liberta os Vingadores aprisionados e Cable é derrotado pelo vírus em seu corpo, que toma controle total, deixando-o a beira da morte. Os Vingadores partem pacificamente, mas recolhem o arsenal de armas de Cable. Num último momento de desespero pela vida de seu pai, Esperança absorve o vírus e logo em seguida, o expurga com o poder da Força Fênix. Num futuro distante, vemos um Cable já curado e mentalmente estável conversando telepaticamente com Ciclope a respeito da Força Fênix

Point-One-Nova-2011Logo em seguida, temos o Point-One do Nova (Ou, se prefere a tradução, Nova – Percussor), na qual o herói (que se trata de Sam Alexander, e não de Richard Ryder), tentando avisar ao Terrax que seu planeta corre risco devido ao retorno da Força Fênix, e, por não conseguir convencer o Terrax, acaba numa luta com tal. Nova foge e Terrax, juntamente com seu planeta são destruídos pela Força Fênix, forçando o novo membro da Tropa Nova retornar ao Planeta Terra para avisar a população do perigo que se aproxima. Ambas as histórias (Nova – Percussor e Sanção X são escritas por Jeph Loeb e desenhadas por Ed McGuinness), sendo que ambas são histórias aparentemente com grande conexão a saga principal, sem grandes enredos nem grandes surpresas, mas com um roteiro leve e descompromissado típico de Loeb.

Ainda em VvsX #0, temos duas histórias presentes em Avengers Vs X-Men #0, a primeira focada na Feiticeira Escarlate, escrita por Brian Bendis e desenhada por Frank Cho, e mostrando o retorno da Feiticeira à Mansão dos Vingadores e sendo expulsa de lá por ninguém menos que seu ex-marido, o Visão. A segunda história é focada em Esperança, mostrando como ela acaba se tornando uma violenta vigilante de São Francisco e um breve confronto com a Sociedade da Serpente. A história também é desenhada por Frank Cho e é escrita por Jason Aaron. Ambas são histórias bem interessantes, sem nenhuma conexão aparente com a saga principal, mas importantes para o futuro desenvolvimento das personagens dentro de seus respectivos contextos

2319418-burning002Em Os Vingadores #110, da Panini, ocorre os primeiros tie-ins da saga, o primeiro sendo demonstrado pelos eventos que levam ao confronto entre Capitão América e seus Vingadores contra Ciclope e seus X-Men (conflito que será mostrado possivelmente em Vingadores vs X-Men #1, que sai esse mês nas bancas) e, a segunda, mostra a história da misteriosa Fongji, uma habitante da aldeia de Kun-Lun (sim, o mesmo vilarejo onde Danny Rand passou a ser o herói Punho de Ferro) e como ela foi descoberta através dos sonhos de Yu Ti (governante de Kun-Lun) como sendo uma das portadoras da Força Fênix. São histórias bem simples e com grande relação a saga, aparentemente.

O que posso tirar de tudo isso é: A Guerra está Chegando, e não faltará destruição para nenhum dos lados. Independente de críticas positivas ou negativas, meu interesse pela saga ainda é grande, e espero ver boas lutas e conflitos entre os heróis.

Cada mês continuarei postando essas reviews da saga principal e seus tie-ins, que se desdobrarão pelas mais variadas revistas do selo Marvel/Panini.

A saga por enquanto me é bem agradável e não precisa de grande aprofundamento histórico dos quadrinhos para ser lida, o que possibilita uma grande interação com leitores novos provenientes da nova leva de filmes.

Ao meu parecer, continuo do lado mutante, apesar de algumas atitudes precipitadas dos X-Men. E vocês, de que lado estão?

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux