Capa da Publicação

Os Prós e Contras de Christian Bale retornar como Batman em Liga da Justiça

Por Fernando Maidana

Esta semana tivemos o rumor de maior comoção do ano até o momento, afirmando que Christopher Nolan estaria supervisionando o “conturbado” filme Liga da Justiça. A notícia caiu como uma bomba, já que o diretor de havia dito que não se envolveria com a liga de super-heróis da DC ou qualquer outro projeto relacionado ao Batman. Zack Snyder, diretor de Man of Steel, será o produtor e poderia até mesmo assumir a direção. Talvez, ainda mais surpreendente, foi  a revelação de que Liga da Justiça estava sendo planejada unicamente como veículo para Christian Bale retornar como Cavaleiro das Trevas e formar equipe com o Superman de Henry Cavill. Contudo, essa informação, vinda do site El Meyimbe, foi logo desmentida pela notícia de que Bale não vai vestir a máscara em outro filme. Agora cabe a nós esperarmos o final dessa novela depois da estréia de Man of Steel nos cinemas, mas a possibilidade de ver Bale como o cavaleiro das trevas mais uma vez causa uma série de entusiasmo e dúvidas.

Pessoalmente, como grande fã da Trilogia Dark Knight, ficaria muito feliz de ver o Batman de Christian Bale ao lado do Homem de Aço de Henry Cavill e outros heróis. Ele foi, sem dúvida, a melhor interpretação do morcego até agora e não consigo imaginar ninguém desempenhando  o mesmo papel com tamanha perfeição . No entanto, faz sentido tratar a trilogia de Nolan como uma obra independente que já se encerrou e trazer outro ator na pele do Batman em um reboot da era cinematográfica que se aproximaria da versão dos quadrinhos. Abaixo compilamos uma série de prós e contras na continuação de Bale como Bruce Wayne em Liga da Justiça.

PRÓS

#1 – Trazer um rosto familiar.

O negócio seria absolutamente perfeito para a Warner Bros. Dar continuidade à parceria de Nolan e Bale em Liga da Justiça visto o excelente entrosamento dos dois nos filmes do Batman. Os Vingadores, da Marvel, arrecadou US$1,5 Bilhões ano passado e apesar de nenhum dos filmes, sozinhos, terem alcançado o montante, a bilheteria de Cavaleiro das Trevas somada ao Cavaleiro das Trevas Ressurge superaram a marca de US$1 Bilhão ao redor do mundo , tornando o rosto de Bale, como herói, instantaneamente reconhecido. Além disso, se Man of Steel for tão bem como a WB está esperando e a parceria Nolan/Snyder/David S.Goyer se concretizar, Liga da Justiça poderia se tornar o primeiro filme com a temática super-herói a alcançar a marca de US$2 Bilhões. Eu não acho que esse sucesso será realidade se eles trouxerem uma nova equipe à qual o público não esteja familiarizado.

#2 – Maior fundação para se firmar

Talvez a maior preocupação sobre a Liga da Justiça tem sido a abordagem de Man of Steel servir como base para ele, sendo ele o único rosto conhecido e a introdução de 4 a 6 personagens completamente novos (assumindo que Batman e Lanterna Verde serão ambos rebootados). No entanto, conectando a trilogia do Cavaleiro das Trevas, e todos os acontecimentos da história, ajudaria Man of Steel a construir uma base mais forte e criar um universo mais coeso.

#3 – Um Batman mais experiente

Eu acho que todos concordamos que o Batman da Liga da Justiça precisa ser um herói muito experiente, talvez mais experiente e vivido do que qualquer outro membro da Liga. Acompanhamos as aventuras do Batman na trilogia do Cavaleiro das Trevas e apesar dele já ter se aposentado mais de uma vez, o morcegão de Christian Bale certamente tem experiência suficiente. Quem sabe eles podiam moldar um universo cinematográfico da DC assim como o Universo animado de Bruce Timm, onde veríamos infinitas aventuras ao longo dos anos do Batman antes dele se juntar à Liga da Justiça.

#4 – O melhor ator para o papel

Isso é um ponto a se discutir e minha opinião em particular. Como disse anteriormente Christian Bale tem sido, indiscutivelmente, o melhor Batman que tivemos até hoje e embora ele não tenha retratado o personagem tão fiel aos quadrinhos como gostaríamos de ver, ele deu uma visão humana e verossímil ao assumir o Cavaleiro das Trevas nos três filmes. Certamente existem outros atores que podem interpretar facilmente o papel de um Batman, mas não com o mesmo brilhantismo de Bale. Eu também acho que a química na interação com Henry Cavill seria perfeita.

CONTRAS

#1 – Quando o final chega ao fim?

Tanto Bale quanto Nolan já declararam muitas vezes que O Cavaleiro das Trevas Ressurge seria o fim da parceria se tratando de Batman (mesmo se houvesse uma nova história para se trabalhar em cima) e muitos concordaram que o modo como se encerrou a história de Bruce Wayne concluiu o arco de maneira impecável. Eu tenho certeza de que Nolan desenvolveria o melhor modo possível para fazer seu Batman continuar na Liga da Justiça, mas há um curto espaço de tempo para fazer isso. O único modo disso funcionar corretamente seria criar uma grande ameaça obrigando o Batman a voltar a atividade, algo que já aconteceu em Cavaleiro das Trevas Ressurge e seria redundante ver em outro filme.

#2 – Ser mais fiel às HQ’s

Como disse anteriormente, O Batman de Bale ao lado do Superman de Cavill parece, na teoria, a parceria perfeita, mas como ela seria realmente? Para muitos fãs dos quadrinhos a maior falha da trilogia do Cavaleiro das Trevas é apresentar um Batman não tão poderoso como o dos quadrinhos. O Morcego dos quadrinhos enfrenta, no cotidiano, super-vilões, extra-terrestres,etc. Ao passo que o Batman de Bale já era levado ao extremo ao enfrentar terroristas e até mesmo lutar com cachorros.  Ele não teria a menor chance ao enfrentar Darkseid. Seria interessante ver como isso seria consertado na Liga da Justiça, se eles pretenderem seguir por esse caminho. Acho que essa é a principal razão do porquê  um reboot seria a melhor opção: apresentar um Batman mais inteligente, poderoso e único como a versão que todos conhecemos e amamos.

Concluindo, a ideia de Christian Bale reprisando seu papel como Batman em Liga da Justiça tem seus pontos fortes e fracos. Ao passo que seria incrível ver o ator interpretar o morcego novamente e vê-lo trabalhando em um universo mais amplo da DC as probabilidades são mínimas. Algumas questões podem ser consertadas em um novo script de Liga da Justiça (como Bruce Wayne se tornar um herói mais poderoso e parecido com a versão das HQ’s), mas outras seriam mais complicadas como fazer a transição de história do final do Cavaleiro das Trevas Ressurge de forma concisa e suave.  Independentemente disso, se há alguém capaz de unir os acontecimentos dos dois filmes é Christopher Nolan e o resto da equipe. Mesmo assim, eu não me importaria se um Batman rebootado mais fiel aos quadrinhos fosse trazido às telonas, mas seria perfeitamente (e financeiramente, no caso da WB) aceitável trazer Bale de volta permitindo uma base mais sólida a se trabalhar do que apenas Man of Steel (já que aparentemente nenhum outro filme solo da DC será lançado antes de Liga da Justiça).

Imagem de perfil
sobre o autor Fernando Maidana

Boa piada. Todos riem. Rufam os tambores. Cortinas se fecham.