Capa da Publicação

Famke Janssen fala sobre seu papel em “João e Maria – Caçadores de Bruxas”

Por Felipe Lima

“Quando Tommy [Wirkola, o diretor,] me mostrou o roteiro, achei interessante interpretar essa bruxa pavorosa, mas quando fizemos a primeira prova de maquiagem fiquei complemente convencida e disse: ‘Uau! Realmente, estou nessa. Que diversão!'”

Antes de viver a endemoniada Muriel, Famke deu uma pausa na carreira de atriz por três anos para fazer seu primeiro filme como diretora, roteirista e produtora: “Bringing Up Bobby” (2011). “Sou workaholic e adoro estar ocupada. Fazendo meu próprio filme fiquei do jeito que o diabo gosta – não tinha tempo de fazer xixi!”

Em “João e Maria”, ela se viu sentada por quatro horas todos os dias, para ser maquiada antes de filmar. “Depois desse ritual, não precisava de muito para ser um bruxa má – muito má”, brinca. “Coloquei toda minha agressividade para fora neste papel, mas sempre com aquela pegada de humor negro também típica de Tarantino.”

Fonte: Uol Cinema

Imagem de perfil
sobre o autor Felipe Lima

Apaixonado por música, viciado em internet, cinema, Tony Hawk Pro Skater, The King of Fighters e Cuphead. Colecionador de Funko e action figures em geral.