Capa da Publicação

Defendendo os filmes “ruins” de super-heróis

Por Gus Fiaux

hulk-movie-wallpaper

Hulk (2003)

Críticas segundo o Rotten Tomatoes – 62%

Críticas segundo o Metacritic – 54%

Agora vemos um dos filmes que foi considerado um grande lixo no ano de 2003 – Grande parte das críticas a respeito desse filme é sobre a falta de ação e o lance do “Hulk Esmaga”. Vamos explicar – nos quadrinhos, o Hulk é um personagem que quase sempre é criticado por ter histórias cheias de porradaria e sem nenhum roteiro convincente e sem ter grande desenvolvimento do personagem. Hulk de Ang Lee veio pra acabar com essa história e com uma história bem arquitetada (apesar de muito diferente dos quadrinhos)… apesar das falhas (como a atuação do Eric Bana ou o uso do Homem-Absorvente), é um bom filme. Não espetacular, mas bom.

Hugh-Jackman-Wolverine-629x422

X-Filmes

Rotten Tomatoes – X-Men – 87%; X2 – 88%; X3 – 57%; Primeira Classe – 87%

Metacritic – 64%; 68%; 58%; 65%

Excluindo X-Men Origins – Wolverine, todos os outros X-Filmes foram bem recebidos. Agora as pessoas simplesmente ficam de mimimi e dizem que são filmes péssimos, e eu discordo disso. Os filmes são fantásticos, basta não olhar como adaptação – e melhor ainda, pensar que se trata de uma linha alternativa. Sei que se trata de um filme baseado em quadrinhos… mas note bem a parte do “Baseado em…”, e não “Copiado de…”. A melhor solução para quem quer algo tão épico quanto os quadrinhos é fechar a Tv e ficar apenas nos quadrinhos mesmo. Houveram erros? Vários, mas ainda assim, Singer/Ratner/Vaughn conseguiram arquitetar uma boa história, e que, como alguns sabem (ou deveriam saber), sem elas, não teríamos filmes como Vingadores hoje em dia

_tempthe_dark_knight_rises_official-wide

O Cavaleiro das Trevas Ressurge

Rotten Tomatoes – 87%

Metacritic – 78%

O grand finale de Christopher Nolan para a saga do Cavaleiro das Trevas foi, sem dúvida, o filme mais polarizado da franquia. Há os que amam e os que odeiam. Geralmente, os que odeiam, o odeiam por coisas muito bobas – como o fato de Robin ser policial e não ser Dick Grayson; a origem de Bane não ser a mesma dos quadrinhos, e o principal – o fato de Bane não usar o Veneno… agora, parem por um minuto e pensem em como seria vero Veneno em um filme de Nolan. Apenas pensem. Sobre o veneno não ser usado, há uma razão já citada e muito boa. É por que se trata de um filme baseado em quadrinhos… puxando para esse lado, em 1999, Joseph Gordon Levitz fez um filme chamado 10 coisas que odeio em você – e acho que muitos sabem que é baseado em uma obra de Shakespeare, bem… isso nos leva a crer que um filme baseado em algo não precisa – e nem deve – seguir a risca cada página dos quadrinhos

_tempASM-Combo-Pack-Box-Art

O Espetacular Homem-Aranha

Rotten Tomatoes – 72 %

Metacritic – 66%

O reboot de Marc Webb para o personagem tem sido constantemente apunhalado. O filme tem constantemente recebido várias críticas por razões bobas, ou as vezes, razão nenhuma. A maior parte, sem dúvida, das críticas é centrada no fato de que o filme seguiu a mesma linha de história do primeiro filme da trilogia de Raimi. Ok, paremos para pensar – é um filme de origem do Homem-Aranha, e certas coisas são necessárias. Morte do tio Ben? Grandes poderes? Mordida de Aranha? Tudo necessário. Agora, houve um certo rumor de que no roteiro original do filme, Peter seria alvo de experimentos do pai, e isso iria lhe conferir as habilidades de Aranha (lembra um pouco o filme do Hulk, não), e o pior é que essa história chegou realmente a ser cogitada antes das filmagens se iniciarem. Aposto que depois de ouvir essa história (se já não ouviu), vocês mimimizentos devem estar morrendo de amores pelo filme de Webb.

Fonte: CBM – Adaptado

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux