Capa da Publicação

A arte de ler HQs para iniciantes

Por Gus Fiaux

Eis aqui um pequeno guia para você, leitor e leitora iniciante, que conheceu seu ídolo heróico por um filme, quer passar a ler HQs, Mas se sente perdido ou não sabe por onde começar.

Primeiro, vamos a seis regras básicas:

1º) A primeira regra é: Não há regras! Quando você se adentra no tema heróis, essa é a primeira regra para bastante coisa, incluindo desde a leitura ou não-leitura de HQs até qual gibi escolher. Sinta-se livre para explorar qualquer coisa que você goste ou não, este é apenas um guia que pode OU não funcionar com você. Você pode tentar segui-lo ou se aventurar livremente pelos títulos.

2º) Esqueça tudo que você já viu! Como assim?! Não espere ver o que você viu nos filmes, desenhos e games, porque apesar de tentarem ser fiéis ao máximo aos gibis (ou não), os filmes não passam de adaptações, estando sujeitas a mudanças de uniformes, história e por aí vai, de acordo com a visão do diretor e dos produtores. Temos de exemplo a teia orgânica de Raimi, como já foi dito, o Deadpool de X-Men Origins: Wolverine, e em alguns casos, mudanças de personalidade por meio do ator, como o Homem de Ferro de Downey Jr e o Batman de Bale, que apesar de serem ótimas interpretações, não são os mesmos dos quadrinhos

3º) Procure conversar com quem já entende do assunto. Não importa se é seu pai, seu amigo de escola ou trabalho, o bibliotecário ou o seu vizinho, ajuda nessa hora sempre é bem-vinda, até mesmo para você conseguir um embasamento melhor em que revista escolher, e também ajuda a ter discussões produtivas sobre os heróis, roteiristas, desenhistas e etc.

4º) Corra atrás de coisas que lhe agradam. Não adianta você gostar de ação e correr atrás apenas de revistas dramáticas/românticas, assim como não faz sentido você que é mais light correr atrás de revistas violentas e sangrentas, deixe que com o tempo você passe a gostar dos diversos gêneros, mas procure inicialmente por aquilo onde você se encaixa.

5º) Tenha mente aberta a mudanças, não pense apenas no agora, mas no que isso pode trazer no futuro para um personagem específico e os coadjuvantes ao seu redor. Não critique algo antes de ver um panorama inteiro.

6º) Se você prefere um título ou editora ou apenas conhece um determinado, não critique quem lê, conhece e curte o título oposto, aliás isso é fundamental, se você não consegue fazer isso, saia daqui, vá para o quarto mais próximo, tranque-se lá e não saia mais de lá. É necessário que haja respeito entre os fãs, impedindo a criação de fãboys, criaturinhas chatas cuja única função é ser chato e criticar tudo e todos sem um porquê específico. Isso não é legal, apenas prova que você é idiota o suficiente para não entender os gostos dos outros.

Seguindo essas seis regras, você pode começar a se fazer esses questionamentos.

a) A partir de quando devo ler?
Bem, a melhor época para se começar a ler, em minha humilde opinião, é começar com as mega-sagas, pois através dela você enxerga o panorama mais aberto do universo, com uma participação ativa ou não de vários heróis e vilões. Até mesmo mega-sagas ruins, como “O dia mais claro”, da DC e “A Essência do Medo”, da Marvel são boas, pois elas mostram ao leitor um leque de personagens, que podem atrair-lhe o gosto ou não. Minha maior recomendação vai para “Guerra Civil” da Marvel e “Novos 52”, da DC, que são sagas excelentes e de fácil compreensão, no caso de Novos 52, não chega a ser uma saga, mas é boa pois você consegue captar o novo universo da DC desde o inicio.

b) Passado a mega-saga, qual revista devo escolher?
Comece pelo herói que mais lhe atraiu durante a saga, seja ele parte da trama central ou coadjuvante, e comece uma leitura boa, abrangendo o universo central dos personagens. Como você está lendo apenas agora, é bom dar um googlada para procurar as origens dos personagens e histórias anteriores, apenas para não se sentir perdido quando for feita uma referência ao passado de tal personagem.

c) Tenho que começar a ler títulos que se interceptem com meu título padrão?
“Não Entendi…”. É simples, quando um ou mais heróis dentro de uma editora se cruzam em uma mesma história, o nome disso é “participação especial”, veja pelo lado musical, quando um artista resolve cantar junto com outro, surge um dueto, aqui é parecido, é como uma pequena participaçãozinha em uma história. Quando essa participação é maior, chegando a abranger mais de três edições, surge o “Arco” de histórias, uma pequena saga no universo desses heróis, e quando há participação de mais de 4 heróis, durante no mínimo 5 edições, ocorre a mega-saga, ou “Cross-Over”. “Continuo sem entender… o que é para eu fazer?” Comece a ler histórias de heróis que fazem Arcos e participações especiais com seu personagem, e se você não gostar das histórias dele, você pode optar por ler descompromissado, apenas de vez em quando, ou parar de ler, de qualquer maneira, tente ir lendo histórias assim, e em um ano você passa a ler 5 títulos diferentes, no mínimo.

d) Já li tudo a minha disposição, mas minha fominha por HQs ainda não passou, o que eu faço?
Procure na net, ou em sebos, ou em comic-shops históricas as revistas antigas dos seus personagens, e sempre tenha mente ampla para novos títulos, sejam eles de novos personagens surgindo nos universos que você lê (Marvel ou DC), ou até mesmo de revistas indie, que as vezes são até publicados por uma editora de peso, mas não faz parte do universo dela, como é o caso de Kick-Ass, Watchmen, Vertigo, MIB, ou distancie-se mais ainda e vá para cantos nunca antes imaginados, procurando o novo, algo que ninguém tenha visto.

É isso meus caros, tentem se dar ao luxo de tentar coisas novas, sem medo de ser feliz, ou não, mas lembrem-se que os quadrinhos não são apenas revistas contendo historinhas infantis, são arte, e como arte, devem ser degustadas, e não tratadas como “uma coisinha a mais”, encontre-se na sua arte.
Vida Longa e Próspera a todos

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Wouldst thou like to live deliciously? || @gus_fiaux