Capa da Publicação

6 atores que se entregaram de corpo e alma a seus papéis

·
Por Fernando Maidana

Até que ponto vale a pena se arriscar para dar vida a um personagem? Aqui está uma lista com 6 atores que encarnaram seus personagens de modo único e são lembrados até hoje por suas performances.

Daniel Day Lewis

lincoln

Provavelmente o ator mais metódico trabalhando em Hollywood, Daniel Day Lewis é conhecido por suas técnicas no modo de atuar. A partir do momento que recebe o papel, Day Lewis se recusa a sair do personagem, dentro e fora do set. Durante as filmagens de seu último trabalho, “Lincoln”, ele constantemente assinava textos com a letra “A” referente a Abraham e leu mais de 100 livros sobre a vida do presidente. Outra situação notável foi a gravação do filme “My left Foot” onde Day Lewis interpretava um portador de necessidades especiais. O ator se recusava a sair de sua cadeira de rodas, obrigando a equipe de produção a adaptar o set para Daniel poder circular normalmente.

Christian Bale

operario

Bale não apenas se culpa pela infame gravação onde discutia com um membro do set de O Exterminador do Futuro: A Salvação, como afirma que isso aconteceu pelo fato de estar muito focado no personagem John Connor. Além disso, ele levou as coisas ao extremo durante as filmagens de O Operário. Para entrar na mentalidade do personagem, morrendo de fome com insônia crônica, ele perdeu quase 30 quilos! Sua perda de peso só parou porque os médicos lhe disseram que era arriscado perder mais peso. O ator se alimentava apenas de peixe e maçã. Logo após o filme, o ator teve de mudar sua dieta para encarnar o atlético Bruce Wayne em Batman Begins. Isso que é comprometimento!

Robert de Niro

rdn

Também muito metódico, De Niro faz de tudo para conseguir alcançar o melhor de si mesmo e de seus colegas de elenco. Isso inclui discutir duramente com outros atores do set para que eles fiquem bravos o suficiente para determinada cena. Além disso, para se preparar para o aclamado pela crítica Taxi Driver, De Niro trabalhou como taxista 12 horas por dia durante um mês afim de compreender a mentalidade e isolamento dos profissionais. Para interpretar o ex-estuprador Max Cady em Cabo do Medo, De Niro pagou uma quantia absurda para um dentista deteriorar seus dentes e, em seguida, pagou ainda mais caro para restaurá-los.

Jim Carrey

jim carrey

No set de O Mundo de Andy, de 1999, que conta a história de vida do comediante Andy Kaufman, Jim Carrey se recusou a sair do personagem. Ele só respondia quando lhe chamavam de Andy ou Tony, atrapalhando as filmagens várias vezes. Carrey se entregou tanto ao papel que acabou desenvolvendo tiques e manias que Kaufman também possuía. Mesmo com toda a dedicação, o filme não foi bem recebido pelo público, embora Carrey tenha recebido um Globo de Ouro por sua atuação.

Joaquin Phoenix

joquin

Phoenix enganou quase todo mundo com seus métodos. O mockumentário* dirigido por Casey Affleck “I’m Still Here,” acompanhava a vida de Joaquin, que havia se cansado de ser ator e decidiu iniciar uma carreira como rapper. Phoenix resolveu entrar de cabeça no papel. Para explorar sua relação com o público e a mídia, Phoenix apareceu no Late Show de David Letterman, sem revelar em que projeto estava trabalhando. O ator estava com a barba mal feita, desarrumado e dizia que queria fazer parte do movimento hip-hop. Embora muitos especulassem que tudo não passava de uma brincadeira, um grande número de fãs realmente acreditou que o ator estava psicótico. A verdade só foi revelada com o lançamento do filme.

*Mockumentário: Filmes que apresentam fatos fictícios no formato de um documentário. Ex.: Borat.

Heath Ledger

joker

Não é nenhuma surpresa que Heath Ledger tenha recebido inúmeros elogios e um Oscar póstumo por sua atuação como Coringa em O Cavaleiro das Trevas, considerando toda a dedicação que Ledger teve com o papel. Ele se isolou em seu apartamento por um mês, desenvolveu paranoia e insonia, dormindo menos de duas horas por noite. Ele também escreveu um diário do personagem, no qual anotava frases sem sentido todos os dias. Muitos especulam que o comprometimento de Ledger com o papel de sua carreira foi o que o levou a utilizar remédios para dormir e, eventualmente, provocaram a overdose responsável por sua morte trágica.

Fonte: Answers

Imagem de perfil
sobre o autor Fernando Maidana

Boa piada. Todos riem. Rufam os tambores. Cortinas se fecham.