Capa da Publicação

Os 10 melhores filmes animados da DC Comics nos últimos anos!

Por Gus Fiaux

Ao fim deste mês, a Warner Bros. e a DC Comics estão se preparando para o lançamento oficial de A Morte do Superman, uma das animações mais aguardadas dos últimos anos. Contudo, a editora têm investido em peso em um universo animado, e aqui você pode conferir os melhores exemplos dessa franquia.

Aqui estão os 10 melhores filmes animados da DC Comics nos últimos anos. Para esta lista, contamos apenas os longas que foram produzidos após 2013, quando a Warner já estava tentando trazer os Novos 52 para as animações. Aqui, você encontrará alguns filmes que fazem parte dessa cronologia e outras que não pertencem a uma realidade específica.

Créditos: Warner Bros.

Imagem de capa do item

Liga da Justiça: Trono de Atlântida

Dando início a esta lista, contamos com a animação que reinseriu o Aquaman para os fãs nessa cronologia dos Novos 52 estabelecida ao final de Liga da Justiça: Ponto de Ignição. Como era de se esperar, Trono de Atlântida é uma adaptação do arco homônimo da revista da equipe.

O filme é um pouco controverso, já que há muitos fãs que o amam, mas também há uma parcela que o odeia. Ainda assim, é um filme que merece sua atenção, apenas pelo fato de introduzir uma versão mais madura e séria de Arthur Curry, o que fez muito bem para a reputação do herói.

Imagem de capa do item

Batman: Sangue Ruim

Você logo verá que em termos de animação, a DC Comics também nunca para de dar destaque para o Batman. Se levarmos em conta todas as animações produzidas desde 2013, veremos que mais da metade se foca no Cavaleiro das Trevas, ou traz o personagem em um papel de grande destaque.

Por sorte, Batman: Sangue Ruim é um bom exemplo dentre vários. O filme, apesar de trazer foco em Bruce Wayne, serve para apresentar a Batwoman e retratar todo o papel da Batfamília. Além disso, o longa traz uma extensa galeria de vilões dos heróis, incluindo a adorada Talia al Ghul.

Imagem de capa do item

Liga da Justiça: Guerra

Adaptando o primeiro arco de histórias da equipe nos Novos 52, criado por Jim Lee e Geoff Johns, Liga da Justiça: Guerra é um filme essencial por mostrar a formação do grupo de heróis, na luta contra a ameaça assustadora de Darkseid.

O filme consegue ser até um pouco melhor que a HQ nesses aspectos, e conta com o benefício de ter vários momentos muito marcantes - como, por exemplo, o Batman roubando o anel do Lanterna Verde. Destaque também para a participação do Shazam, que foi muito elogiada pelos fãs.

Imagem de capa do item

Batman vs. Robin

Após O Filho do Batman, de 2014, Damian Wayne viria atacar no ano seguinte em Batman vs. Robin, o filme animado que o colocaria contra seu próprio pai, o Batman. E, assim como os filmes mencionados anteriormente, esse aqui serve de adaptação para um popular quadrinho dos Novos 52.

Nesse caso, vemos as aventuras de Bruce Wayne e seu filho contra a Corte das Corujas, ao mesmo tempo em que eles acabam traçando um grande confronto entre si. A animação foi essencial para humanizar mais o Damian, que caiu mais nas graças do público após ter sido massacrado pelos fãs nas HQs.

Imagem de capa do item

A Liga da Justiça e os Jovens Titãs

Falando de heróis juvenis contra seus mentores, uma boa ideia é ver A Liga da Justiça e os Jovens Titãs. Aqui, tivemos o primeiro contato com essa versão dos Jovens Titãs, e o filme basicamente se centra na investida de Trigon para tomar conta da Terra.

Ainda assim, vale muito a pena ver principalmente pela ação entre as duas equipes, sejam como adversários ou como aliados. Além disso, é uma excelente maneira para quem quer ver um crossover dos heróis da Liga da Justiça com outros personagens do Universo DC.

Imagem de capa do item

Esquadrão Suicida: Acerto de Contas

Embora Assalto em Arkham seja considerado o melhor filme do Esquadrão Suicida lançado até hoje, foi Acerto de Contas que introduziu a equipe a esse universo dos Novos 52. O filme adapta a formação mais recente da equipe, e faz um trabalho muito melhor que o filme em live-action.

Basicamente, o filme traz uma equipe de vilões - contendo os já memoráveis Pistoleiro, Capitão Bumerangue e Arlequina - unidos para enfrentar um grupo ainda mais vilanesco, com inimigos como o Professor Zoom e Vandal Savage.

Imagem de capa do item

Batman Ninja

O lançamento mais recente da Warner Animation, Batman Ninja é, sem a menor sombra de dúvidas, o filme mais ousado da franquia até o momento - mesmo se situando à parte de todas as animações da DC Comics. Basicamente, ele leva Bruce Wayne em uma jornada pela cultura oriental.

Muito elogiado por fãs de animes, tokusatsus, teatro kabuki e outros tipos de mídia nipônica, o filme mostra versões surpreendentes de aliados e inimigos do Cavaleiro das Trevas, enquanto ele caminha em sua jornada pelo Japão feudal para deter o Coringa.

Imagem de capa do item

Gotham City 1889: Um Conto de Batman

Gotham by Gaslight é uma das histórias mais adoradas da linha Elseworlds, que explora os mais bizarros universos alternativos da DC Comics. Aqui, acompanhamos as aventuras do Cavaleiro das Trevas na Era Vitoriana, tentando capturar o famoso assassino Jack, o Estripador.

O filme, lançado no início desse ano, captura de forma magistral a essência da HQ, trazendo um clima noir que casa perfeitamente com as aventuras do Batman. Além disso, destaque para as reinvenções dos personagens da mitologia do herói.

Imagem de capa do item

Liga da Justiça Sombria

Embora a equipe sombria da DC Comics não pareça estar nos planos imediatos para os cinemas, sua animação já foi um grande sucesso para o Universo Animado da DC. Basicamente, Liga da Justiça Sombria mostra vários heróis místicos se reunindo para deter uma horda de demônios.

Ainda assim, não pense que o filme se guia apenas pelas aventuras de John Constantine, Etrigan ou Monstro do Pântano. O longa se liga perfeitamente às histórias da Liga da Justiça, contando até mesmo com uma participação do Batman. O filme foi tão elogiado que rendeu um spin-off na forma da série animada do Constantine.

Imagem de capa do item

Liga da Justiça: Ponto de Ignição

Em primeiro lugar, está o filme que serviu de pontapé para a nova cronologia das animações da DC Comics. Liga da Justiça: Ponto de Ignição veio para adaptar a saga homônima que deu origem aos Novos 52, e é retratada com uma grande fidelidade aqui.

O filme se foca principalmente no Flash, que retorna ao passado para salvar sua mãe e, com isso, altera todo o espaço-tempo. A partir daí, viajamos por uma terra voraz, onde conhecemos um Batman muito mais sombrio e uma guerra entre amazonas e atlantes. O filme é o primeiro a realmente criar uma grande franquia com as animações da DC.

Imagem de perfil
Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Demon to some... angel to others (ele/dele) || @gus_fiaux