Capa da Publicação

Ms. Marvel: 10 easter-eggs e referências no segundo episódio da série

Por Gus Fiaux

Após uma estreia fascinante, Ms. Marvel retornou nesta quarta-feira (15) para seu mais novo episódio. Aqui, vemos Kamala Khan testando e experimentando suas habilidades, enquanto conta com a ajuda de seus amigos e até desenvolve um crush por um garoto da sua escola. Porém, as coisas também começam a ficar sombrias para a jovem heroína!

O segundo capítulo da nova produção do Universo Cinematográfico da Marvel continua o meticuloso trabalho iniciado pelo primeiro, explorando as aventuras de Kamala com um nível surpreendente de fidelidade aos quadrinhos, apesar da mudança de poderes. E aqui, você pode conferir 10 easter-eggs e referências que encontramos no segundo episódio de Ms. Marvel!

Imagem de capa do item

A juventude eterna de Paul Rudd

Bem no começo do capítulo, vemos Kamala Khan se unindo com Bruno Carelli enquanto fala um pouco do que descobriu sobre seus poderes. Ela diz que fez vários testes com as habilidades, e que até pensou ser capaz de controlar formigas, assim como o Homem-Formiga, o que atrai uma certa curiosidade por parte de Bruno.

O garoto pergunta o que fez ela pensar que os dois tinham os mesmos dons, e Kamala logo responde: "Somos charmosos e parecemos mais jovens do que somos". Intencional ou não, essa pode ser uma piada com o ator que interpreta o herói, Paul Rudd, já que muitos memes na internet apontam para o fato de que ele sempre parece jovem, como se não envelhecesse.

Imagem de capa do item

Poderes genéticos...

Depois, Bruno faz seus próprios testes com Kamala Khan. Ele descobre que os dons da heroína não vêm do bracelete, mas sim dela mesmo - e o objeto é apenas uma forma de "ativar" esses dons. Ou seja, tudo está escrito na genética da garota, o que certamente deve soar familiar para os fãs de Kamala nos quadrinhos.

De certo modo, isso é uma referência ao fato de que seus dons inumanos nas HQs também são herdados geneticamente. Contudo, ela precisa passar pelo processo da Terrigênese para ativar suas habilidades. Ainda não sabemos se o legado Inumano de Kamala será mantido, mas essa explicação soa até "fiel" às suas origens nas HQs, ainda que os poderes sejam diferentes.

Imagem de capa do item

Kamala Asgardiana?

Ao descobrir que seus poderes são genéticos e não vêm do bracelete, Kamala começa a formular teorias para sua origem. Ela se pergunta se, de alguma forma, não seria asgardiana. Logo que esse pensamento surge na sua cabeça, ela faz uma piada dizendo que pode ser uma parente de Thor, o Deus do Trovão do Universo Cinematográfico da Marvel.

Apesar de ser apenas uma piada com referências diretas ao Filho de Odin, a cena também faz com que nos questionemos sobre a inclusão de asgardianos na Terra. Como sabemos, após os eventos de Thor: Ragnarok, os últimos filhos de Asgard estão morando na Terra - e não seria surpresa se, em breve, víssemos híbridos de humanos e asgardianos nascendo por aí...

Imagem de capa do item

Luz Dura e a Sala do Perigo

Ao tentar explicar seus poderes, Kamala Khan diz que eles são como "luz dura". E embora seja uma descrição muito simples de suas habilidades, há uma referência escondida aos quadrinhos da Marvel aqui - principalmente no que diz respeito aos X-Men, já que o termo "luz dura" é associado à Sala do Perigo.

Para quem não sabe, a Sala do Perigo é um compartimento localizado na base dos Filhos do Átomo, na Mansão Xavier, e serve como campo de treino em combate para os mutantes. Os hologramas criados na sala são produzidos com "luz dura", uma manifestação sólida da luz, que permite que os heróis possam enfrentar coisas tangíveis, mas que não sejam letais.

Imagem de capa do item

A morte de Natasha Romanoff

A Viúva Negra pode não ser citada nominalmente neste episódio, mas há duas referências bem curiosas à falecida heroína. A primeira acontece quando Kamala está testando seus dons no topo de um prédio. Em dado momento, ela cai e Bruno tenta segurá-la, mas ela logo diz para ele soltar. Quando isso acontece, vemos que ela estava há pouquíssimos centímetros do solo.

Essa é uma piada com a morte de Natasha Romanoff em Vingadores: Ultimato, já que ela também pede que o Gavião Arqueiro a solte. No mesmo episódio, mais para o final, vemos Kamala Khan fazendo uma pose bem parecida com a que Natasha sempre faz quando está em ação - uma pose que inclusive foi zoada pela irmã da espiã, Yelena Belova.

Imagem de capa do item

Poderes fora de controle

O episódio acaba puxando várias cenas e detalhes tirados diretamente dos quadrinhos da Ms. Marvel. Um exemplo disso acontece quando Kamala começa a notar mudanças e descontroles físicos graças aos seus poderes - algo que é manifestado quando seu nariz começa a brilhar no meio da aula. Nas HQs, algo bem similar ocorre.

Em suas histórias originais, Kamala Khan não apenas possui dons elásticos, mas também exibe uma espécie de bioluminescência, o que faz com que seu corpo brilhe em tons de amarelo. Eventualmente, ela se vê brilhando no meio da escola, e corre para o banheiro para se esconder. Embora os dons na série sejam diferentes, a cena é muito parecida.

Imagem de capa do item

Kamran

Outro elemento que parece ser tirado diretamente dos quadrinhos da Ms. Marvel é sua relação com Kamran, um garoto por quem Kamala sente uma atração imediata. O episódio parece recriar diversas cenas das HQs - como, por exemplo, quando os dois começam a se conectar mais ao falar de seus interesses pelo cinema de Bollywood.

Os quadrinhos que são "adaptados" nessas cenas de Kamala e Kamran são justamente Ms. Marvel Vol. 3 #13-14, que por sua vez são as histórias onde Kamran é apresentado. Curiosamente, ele acaba se revelando um vilão que trabalha para a organização Linhagem, e tenta sequestrar Kamala para que ela possa se juntar ao grupo. Nas HQs, Kamran também é Inumano.

Imagem de capa do item

Os Eternos não foram esquecidos!

Tendo estreado nos cinemas no ano passado, Eternos foi um dos filmes mais ambiciosos e ousados do Universo Cinematográfico da Marvel. Porém, desde então nunca tivemos nenhuma referência ou conexão com o filme e os outros projetos da franquia... até agora. Pela primeira vez, vemos uma citação direta a um dos personagens da "raça" de super seres.

Isso acontece quando Kamala Khan e Kamran estão conversando em uma lanchonete. Os dois começam a falar do cinema de Bollywood, e Kamala logo entrega sua mãe, dizendo que ela tem um crush enorme pelo ator. Já Kamran diz que sua mãe é apaixonada pelo "Kingo Sênior" - que como nós sabemos, é um disfarce usado por Kingo para esconder sua imortalidade.

Imagem de capa do item

Sana

A série continua desenvolvendo bastante a história da família de Kamala e sua relação com os parentes paquistaneses - uma realidade distante, já que a garota nasceu e foi criada em Nova Jersey. Porém, há um detalhe curioso no que diz respeito à avó materna de Kamala: nos quadrinhos, ela não possui um nome e sempre é chamada apenas de nani (ou naani).

Na série, a personagem ganha um nome: Sana, uma homenagem direta a Sana Amanat, editora da Marvel Comics. Sana foi uma das responsáveis pela criação de Kamala Khan, ao lado da escritora G. Willow Wilson e dos artistas Adrian Alphona e Jamie McKelvie. Até hoje, ela é muito fiel à personagem e a considera sua maior criação.

Imagem de capa do item

Um drone familiar...

No final do capítulo, podemos ver Kamala Khan sendo perseguida pelos membros do Departamento de Controle de Danos, uma organização que já é bem conhecida por fãs do Universo Cinematográfico da Marvel, tendo aparecido com destaque nos filmes do Homem-Aranha. Porém, aqui, eles são bem agressivos e usam um drone para tentar capturar a Ms. Marvel.

Acontece que, se você prestar muita atenção, o drone é bem parecido com os drones da linha E.D.I.T.H., que são conectados aos óculos de Tony Stark e fornecem um poderoso sistema de defesa. A última vez que vimos esses drones em ação, eles estavam sendo controlados por Mystério em Homem-Aranha: Longe de Casa.

Imagem de perfil
Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Demon to some... angel to others (ele/dele) || @gus_fiaux