Capa da Publicação

[CRÍTICA] Naruto to Boruto: Shinobi Striker – Chegou internet na Vila da Folha!

Por Felipe Vinha

Naruto to Boruto: Shinobi Striker não é apenas um jogo de nome estranho, mas também uma tentativa inusitada da Bandai Namco, ao lançar um produto que se diferencia totalmente da série anterior de Naruto nos jogos.

Esqueça as histórias que adaptam o mangá e anime e tente se focar nos combates entre ninjas e missões realizadas das mais diversas formas. Isso é Naruto to Boruto: Shinobi Striker. É um game totalmente online, sem muito compromisso, mas que pode divertir quem se empenhar nele.

Leia a crítica completa e entenda!

Imagem de capa do item

Ficha Técnica

Nome: Naruto to Boruto: Shinobi Striker

Plataformas: PS4, Xbox One, PC

Gênero: Ação

Modos de jogo: Um jogador, Cooperativo, Competitivo

Estúdio: Soleil

Publicadora: Bandai Namco

Data de lançamento: 30 de agosto de 2018

Imagem de capa do item

Como citei na introdução do texto, Naruto to Boruto: Shinobi Striker não tem história. Aliás, até tem, mas é bem mínima.

Trata-se de um jogo que se situa de maneira apenas básica, conforme você realiza as missões, a partir do momento em que seu personagem chega à Vila da Folha.

Apenas para explicar melhor, ele se passa após a conclusão do enredo do Naruto Shippuden, mas isso pouco importa. Só é importante saber, pois ele mostra Naruto, Sasuke, Sakura, e todo o bando, em versões adultas.

Imagem de capa do item

Logo de cara você é recepcionado a criar um ninja inédito, nunca antes visto em toda a série, pois ele será apenas seu. Construa sua aparência, dê um nome, visual, escolha a vila de onde ele ou ela veio, e por aí vai.

O game já deixa claro suas intenções: ser um jogo verdadeiramente online, como um MMORPG, mas com certas limitações, a começar pelo hub inicial, pequeno, que serve como ponto de encontro.

Imagem de capa do item

Há uma certa semelhança entre Naruto to Boruto: Shinobi Striker e Dragon Ball Xenoverse. É possível notar que a forma de interação entre os jogadores no modo online é a mesma, além de termos personagens 100% modificáveis por meio de acessórios e penteados.

Contudo, o game se distancia de seu “irmão” quando pende para o lado de contar uma história. Xenoverse é muito mais narrativo, mas isso não quer dizer que Naruto to Boruto: Shinobi Striker seja ruim.

Imagem de capa do item

Por mais que não tenha foco em seu enredo, Naruto to Boruto: Shinobi Striker se ajuda por ser divertido. É um jogo que vai agradar bastante aos fãs das duas séries – seja Naruto ou Boruto, a mais recente.

Não só por mostrar personagens de todas as eras, mas também por não se prender à cronologia e te dar liberdade para se divertir, por mais que a evolução de seu personagem seja um pouco travada e também confusa.

Imagem de capa do item

Por exemplo. O game não deixa claro, logo de princípio, como você adquire novos Jutsu. É preciso ir em uma loja comprar equipamentos e acessórios mas, para modificá-los, você deve ir em outra, ao lado.

É um pouco, e desnecessariamente, complicado demais em alguns quesitos. Como é um game de apelo a todas as idades, Naruto to Boruto: Shinobi Striker poderia ser um pouco menos complexo e mais direto ao ponto, ainda que esteja em português.

Imagem de capa do item

Mas o jogo brilha de verdade durante as batalhas. Seus ninjas têm a capacidade de andar pelas paredes, dar saltos gigantescos, usar os Jutsu contra seus oponentes, sejam controlados pelas máquinas ou pelos outros jogadores.

As lutas são sempre agitadas, principalmente aquelas que envolvem missões competitivas: duas equipes de três jogadores dividem o espaço em uma gigantesca arena e precisam lidar com a missão em questão – que é, geralmente, uma variação de “capture a bandeira”.

Imagem de capa do item

O que conta contra o game, porém, é o fato de ser apenas online. Mesmo que você fique no hub central, se sua conexão cair, ele retorna ao menu inicial após uma falha. Poderia ter algum tipo de missões extras para realizar desconectado, mas entendemos as questões de segurança envolvidas – para burlar trapaças e coisa e tal.

Imagem de capa do item

Conclusão

Se você gosta de Naruto, ou Boruto, este jogo está de acordo com sua expectativa. Claro que você não deve esperar algo no nível da série “Ultimate Ninja Storm” ou coisa do tipo, mas é possível se divertir até certo nível.

Ainda que seja apenas online, e isso pode ser um ponto fraco no geral Naruto to Boruto: Shinobi Striker agrada por ser verdadeiramente divertido, principalmente em termos de jogabilidade, e pelas lutas sempre agitadas e variadas.

Mas, claro, o apelo está mais voltado apenas para quem é fã, como quase todo jogo licenciado. Ele não tem nada muito atrativo para quem está chegando agora, principalmente se você levar em conta a quantidade de episódios do Naruto original para entender tudo.

Nota: 3,5

Imagem de perfil
Felipe Vinha

Já tentei salvar o mundo de uma invasão alienígena, mas hoje me contento em ser jornalista. Gosto de quadrinhos e suas adaptações na TV ou cinema, animes, tokusatsu, games (de luta principalmente) e tecnologia. Vamos trocar uma ideia no Twitter @felipevinha