Capa da Publicação

[CRÍTICA] Bohemian Rhapsody – Uma obra digna de majestade!

Por Felipe Vinha

É muito estranho existir um filme-documentário de algo que você acompanhou na vida real – ao menos uma parte da história. É ainda mais estranho pensar que as principais figuras daquela obra já não existem mais, se foram e não voltam.

Bohemian Rhapsody traz um misto de sentimentos ao longo de pouco mais de duas horas, contando não só a história de Freddie Mercury, mas também a do Queen e da criação de algumas de suas principais músicas.

E é uma obra ímpar.

Confira nossa crítica completa!

Imagem de perfil
sobre o autor Felipe Vinha

Já tentei salvar o mundo de uma invasão alienígena, mas hoje me contento em ser jornalista. Gosto de quadrinhos e suas adaptações na TV ou cinema, animes, tokusatsu, games (de luta principalmente) e tecnologia. Vamos trocar uma ideia no Twitter @felipevinha