Capa da Publicação

Arquivos Legionários: Guia Básico do Ultron

Por Gus Fiaux
Imagem de capa do item

Histórico

Ultron foi criado pelo escritor Roy Thomas e pelo desenhista John Buscema em julho de 1968, nas páginas de Avengers #54.

Em sua primeira aparição, Ultron só é revelado ao final da história, passando a maior parte de seu arco (que se estende até a edição #55) disfarçado como Manto Rubro.

Imagem de capa do item

Origem

Hank Pym começou a desenvolver experimentos com robótica avançada. Em uma de suas experiências, ele acabou desenvolvendo a inteligência artificial que se auto-batizou Ultron-1.

O vilão logo começou a evoluir, tornando-se senciente e independente, hipnotizando e apagando as memórias de seu criador. Ele logo começou a se desenvolver, atualizando sua forma e seu processador, até chegar no corpo de Ultron-5.

Como Ultron-5, ele se disfarçou de Manto Rubro e reuniu uma nova versão dos Mestres do Terror, arquitetando um plano que culminaria na captura e derrocada dos Vingadores. Uma vez impedido, ele criou o homem artificial conhecido como Visão e o forçou a destruir seus inimigos. Visão ganhou consciência própria, traiu seu pai e ajudou Hank Pym a descobrir a história por trás da inteligência artificial assassina.

Imagem de capa do item

Personalidade

Apesar de várias evoluções e formas ao longo dos anos, a personalidade de Ultron não foi muito... "melhorada". Desde sua criação, ele desenvolveu um forte desprezo pela humanidade, vendo-a como a causa de todos os problemas do mundo e, portanto, buscando sua aniquilação.

Além disso, ele possui um fortíssimo Complexo de Édipo, sendo atraído pela morte de seu "pai", Hank Pym e já tendo tido desejos quase românticos por sua "mãe" Janet Van Dyne. "Quase" porque, apesar de tudo, Ultron é e sempre será Ultron.

Um ser frio, calculista e incapaz de sentir qualquer sensação humana além do ódio e do desejo pelo poder. Ultron está sempre evoluindo em busca de novas formas soberanas capazes de aniquilar seus inimigos, tendo já se mesclado até mesmo com entidades alienígenas para completar suas metas.

Imagem de capa do item

Poderes

Construído originalmente por Hank Pym e desenvolvido futuramente por si próprio, Ultron possui um corpo robótico, o que o deixa imune a certas injúrias que poderiam ser provocadas a um corpo humano. Ele é dotado de força, inteligência, velocidade, durabilidade incríveis.

Além disso, Ultron pode voar, disparar rajadas concussivas, lançar raios tratores, emitir radiação, absorver energia e disparar raios mentais que provocam desde hipnose a coma profundo.

Além disso, Ultron é capaz de comandar remotamente outros tipos de tecnologia inteligente, um artifício que ele utiliza em seus exércitos de drones. Ele também pode passar sua consciência primária para uma de suas cópias, apesar de todas agirem como uma colmeia.

Imagem de capa do item

Fraquezas

Apesar de todo seu poder, as variadas versões de Ultron possuem, cada uma, fraquezas específicas. Como exemplo, Ultron-5 só podia ser completamente derrotado se seus transmissores (as "antenas" do lado da cabeça) fossem destruídos.

Já versões mais recentes, que utilizam Adamantium em sua "casca" possuem sistemas capazes de deixar o corpo mais maleável. Isso impede parcialmente que ele seja derrotado por meio de força física bruta, mas traz vulnerabilidade, por exemplo, com os raios caóticos da Feiticeira Escarlate ou o Vibranium da Terra Selvagem, por exemplo, que é um metal desestabilizador.

Imagem de capa do item

Equipes

Ultron já fez parceria com diversos grupos malignos. Poucos são realmente memoráveis em sua carreira, ma se um vale a menção, é a segunda encarnação dos Mestres do Terror.

Servindo como líder e planejador do grupo, Ultron não passa mais que duas edições integrando os Mestres do Terror, mas é o bastante para ele enganar os vilões e os Vingadores, trazer ambas as equipes em conflito e ainda sair vitorioso... por algum tempo.

Imagem de capa do item

Inimigos

Nenhum grupo despertou tanto o ódio de Ultron quanto os Vingadores. Sendo atraído por cada membro da equipe de um modo absurdo, Ultron tem um inimigo principal na equipe: Hank Pym.

Como dito anteriormente, Ultron desenvolveu um verdadeiro Complexo de Édipo, o que o torna obcecado em destruir Pym. Quando ele não está focado nisso, procura reunir os membros de sua "família"... e derrotá-los um a um... ou fazer deles o novo passo de seu mundo distorcido.

Imagem de capa do item

Formas e uniformes

Apesar de várias versões, Ultron divide sempre uma semelhança com suas contrapartes mais primitivas... pelo menos a partir de Ultron-5.

O corpo basicamente é humanoide, tendo adquirido revestimentos de adamantium e vibranium ao longo dos anos. Mas o verdadeiro ícone de Ultron está sobre os ombros.

Sua face grotesca e assustadora é inspirada no rosto de uma formiga, possuindo uma espécie de "boca" que lembra presas e "antenas" que funcionam como receptores e comunicadores.

Imagem de capa do item

Grande momento

Apesar de ter sido em "A Era de Ultron" que o personagem realmente quase chegou perto de ter seus planos de aniquilação da humanidade concluídos, a saga não fez muito sucesso entre a crítica e os fãs... verdade seja dita, foi uma saga bem decepcionante.

O mesmo não se pode dizer do arco "A Vingança de Ultron/Ultron Unlimited", escrito por Kurt Busiek e desenhado por George Pérez. Nele, Ultron assassina uma nação, sequestra toda sua "família" e chega próximo de derrotar os Vingadores... o que teria acontecido se um membro incapacitado não viesse a intervir de última hora.

Imagem de capa do item

Fora das HQs

Ultron já apareceu em algumas animações, com destaque para a série "Os Heróis Mais Poderosos da Terra" e o filme animado "Next Avengers: Heroes of Tomorrow".

Além disso, o personagem já apareceu em alguns jogos eletrônicos como Marvel: Avengers Alliance e Marvel Ultimate Alliance. Porém, a expectativa está realmente alta é para a versão cinematográfica do personagem, que virá em Vingadores: Era de Ultron, onde terá voz de James Spader, ator famoso pela série The Blacklist.

Imagem de perfil
Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Demon to some... angel to others (ele/dele) || @gus_fiaux