Capa da Publicação

10 Piores coisas do Universo DC nos cinemas!

Por Guilherme Souza

Assim como falamos sobre as coisas boas do DCEU, chegou a hora de falarmos sobre o que não deu certo.

Por mais que os personagens da DC Comics sejam icônicos e amados, não podemos fechar os olhos para todos os tropeços que foram cometidos ao longo dos últimos anos nos cinemas. Indecisões, mudanças de direção, projetos adiados e diversos outros fatores negativos já afetaram o DCEU, e foi com base nisso que fizemos nossa lista.

Esta lista foi sugerida pelo leitor @gustavobragarj1990 através de nosso Instagram.

Imagem de capa do item

Falta de Planejamento

O principal problema do DCEU é seu planejamento desleixado. Além de parecer que formaram a Liga da Justiça como uma necessidade de concorrer com os Vingadores nas telonas, os filmes não conversam muito bem entre si, e apresentam inúmeros problemas de continuidade.

Outro grande problema é a constante busca pelo tom ideal dos filmes, que teve seu maior acerto com Mulher-Maravilha, e voltou a ser uma bagunça total no filme da Liga.

Imagem de capa do item

Zack Snyder

Zack Snyder é um dos melhores diretores visuais que Hollywood pode oferecer no momento. Snyder possui uma bela visão artística e sabe compor e criar cenas de ação como ninguém, mas nem tudo é perfeito.

O diretor parece ter sido escolhido inicialmente como o patriarca do Universo DC dos cinemas, porém suas decisões narrativas são um tanto quanto duvidosas. Snyder possui uma visão muito peculiar de personagens que amamos, e muitos deles acabaram sendo prejudicados por isso, principalmente o Superman.

Outro grande problema do diretor é não saber ser conciso na montagem de seus filmes, e acabar colocando mais elementos narrativos do que deveria, deixando os filmes “inchados” e afastando o público-alvo para o qual essas películas são produzidas.

Imagem de capa do item

Superman antes do renascimento

O Superman possui uma trajetória tortuosa no DCEU, e mesmo que ele tenha renascido muito mais fiel ao que os fãs gostariam de ver em tela, isso não é necessariamente algo exatamente reconfortante.

Antes de seu renascimento, o Superman apresentava trejeitos e tendências que nos remetiam à versão Injustice do personagem, e isso é algo extremamente ruim, considerando que o universo dos filmes pedia o escoteiro azulão. Por mais que o líder da Liga tenha voltado confiante e esperançoso, a Warner ainda não parece saber o que fazer com o personagem, já que não existe sinal de um novo filme solo dele.

Imagem de capa do item

MC Coringa

Jared Leto é um ator incrível, mas muitos fãs concordam que sua interpretação do Coringa fica muito aquém do esperado. Como se não bastasse o visual ruim, o personagem ainda possui trejeitos duvidosos e uma risada estranha.

É claro, Leto seguiu muitas das orientações passadas por David Ayer, porém isso não muda o fato de que o personagem precisa de uma reformulação urgente. E se insistirem em mantê-lo assim no filme solo recém anunciado, prevejo que teremos mais respostas negativas por parte dos fãs.

Imagem de capa do item

Vilões em CGI

Thanos é a prova viva de que vilões em CGI podem ser bons, desde que eles tenham uma base bem construída por trás e sejam mais do que um amontoado de animação digital.

Infelizmente, isso não acontece com 4 dos 5 vilões do DCEU, onde temos batalhas finais confusas e com CGI de qualidade duvidosa. Além disso, o fato de terem colocado o Apocalipse para matar o Superman no segundo filme, e um vilão não tão conhecido pelo público mainstream na primeira aventura da Liga da Justiça, demonstra mais uma vez a imensa falta de planejamento desse universo.

Imagem de capa do item

Formar a Liga da Justiça sem filmes solo

Por mais que os personagens da DC sejam conhecidos por muita gente, a maioria das pessoas que vão aos cinemas, e que realmente dão lucro para esses filmes, não lê quadrinhos. E isso nem deveria ser uma obrigação, já que um filme deve se sustentar por si mesmo sem precisar de explicações.

O fato de não termos uma base para Aquaman, Ciborgue e Flash nos cinemas quando a equipe se reuniu, os prejudicou e muito, pois eles não tiveram tempo o suficiente para criar empatia com o público e demonstrar seus verdadeiros potenciais.

Imagem de capa do item

Anunciar muitos filmes ao mesmo tempo

Outro “tiro no pé do DCEU” é o constante anúncio de novos filmes desse universo, sem que eles sequer tenham uma data de estreia. Muitos dos filmes anunciados anteriormente tiveram de ser adiados por conta de problemas de produção, e até hoje, não sabemos quando eles serão de fato lançados.

Mas parece que isso não é um problema para Warner, que continua anunciando novos longas sem uma data de lançamento. Além disso, o estúdio também tem escolha duvidosas quanto à prioridade de seus lançamentos, já que prefere anunciar filmes de personagens que deveriam ser explorados mais para frente e acaba deixando de lado quem realmente importa.

Imagem de capa do item

Batman vs Superman e Esquadrão Suicida

Os dois filmes mais problemáticos e controversos do DCEU até agora são, Batman vs Superman: A Origem da Justiça e Esquadrão Suicida.

Enquanto o filme que coloca pela primeira vez a trindade mais famosa dos quadrinhos nos cinemas, sofre com escolhas narrativas erradas e por não ter conseguido fazer a bilheteria esperada para sua magnitude, o longa da equipe de vilões é na verdade uma completa bagunça, vilão ruim, mudanças bruscas de tom e alguns personagens deturpados, são exemplos do que se deve evitar no futuro.

Imagem de capa do item

Não ter um estúdio próprio

O fato da Warner interferir totalmente nas decisões dos filmes da DC é algo preocupante. O grande motivo da Marvel ter feito sucesso com seu universo é, principalmente, por ter seu próprio estúdio dentro da Disney e um chefe criativo que planeja e responde por tudo.

Isso com certeza faz falta para a DC, que acaba pagando pelo excesso de comandantes indecisos, que tomam decisões ruins.

Imagem de capa do item

Insegurança

O DCEU é uma verdadeira caixinha de surpresas. Nunca sabemos quando alguém irá abandonar o barco, e sempre estão rolando rumores negativos sobre esse universo.

Por mais que os fãs queiram acreditar que tudo vai dar certo, fica difícil ser otimista dado o histórico dos projetos da DC. Demissões e saídas de diretores e roteiristas, filmes que mudaram de tom no meio do caminho, ou que foram refeitos às pressas, são apenas alguns exemplos do quão bagunçado o DCEU pode ser.

Imagem de perfil
Guilherme Souza

Outra grande manchete: 'Água, molhada!'