Capa da Publicação

10 personagens que queremos ver na segunda temporada de “Fugitivos”!

Por Gus Fiaux

A segunda temporada de Fugitivos está chegando ao fim do ano, na Hulu. E após um primeiro teaser explosivo e empolgante, os fãs estão extremamente animados para o futuro do sexteto composto por Nico Minoru, Chase Stein, Molly Hernandez, Gert Yorkes, Karolina Dean Alex Wilder. 

Contudo, os quadrinhos ainda servem como ótimas fontes de inspiração para trazer novos personagens para a ação. Pensando nisso, separamos dez amigos, aliados e adversários que poderiam aparecer no segundo ano da série, seja para ajudá-los ou para dificultar ainda mais suas vidas!

Créditos: Divulgação

Imagem de capa do item

Motoqueiro Fantasma (Robbie Reyes)

Nos quadrinhos, Robbie Reyes - o mais recente herdeiro do manto do Motoqueiro Fantasma - nunca se encontrou diretamente com os Fugitivos. No entanto, na série da Hulu, isso poderia mudar - até porque muitos estão sentindo falta desse esqueleto flamejante.

Considerando que Fugitivos se passa em Los Angeles - que é a mesma cidade onde Robbie mora -, seria interessante ver um breve crossover entre os heróis juvenis e o personagem que não dá as caras no Universo Cinematográfico da Marvel desde a quarta temporada de Agentes da S.H.I.E.L.D.

Imagem de capa do item

Noh-Varr

Um soldado Kree de uma terra alternativa, Noh-Varr ficou conhecido na Terra ao adotar o codinome Marvel Boy. Ele já integrou os Novos Vingadores e até mesmo os Inumanos, embora sua maior participação tenha se dado ao lado da segunda formação dos Jovens Vingadores.

No entanto, o herói cósmico já encontrou os Fugitivos, quando foi enviado para caçá-los durante a Guerra Civil. Na série, ele poderia ser inserido de uma forma similar, sendo contratado por Jonah ou pelo ORGULHO para rastrear e deter o sexteto juvenil.

Imagem de capa do item

A Quebra-Bruxas

Embora a série ainda não tenha deixado isso muito claro, Nico Minoru possui poderes mágicos, derivados de uma herança genética - e que se manifestam através do místico Cajado do Absoluto. Na série, ela precisa de treinamento para que possa acessar todas as suas habilidades.

Nos quadrinhos, em um arco no qual ela viaja ao passado, Nico acaba descobrindo a Quebra-Bruxas, sua tataravó, que acaba a treinando - ainda que com propósitos nefastos - para que ela possa se tornar uma feiticeira insuperável. A série poderia adaptá-la, mesmo que de uma forma diferente.

Imagem de capa do item

Klara Prast

Falando nas aventuras dos Fugitivos no passado, não podemos nos esquecer de quando eles viajaram no tempo e acabaram trazendo, ao presente, uma criança com super-poderes. Trata-se de Klara Prast, uma menina que descobre a capacidade de controlar plantas.

Considerando que a série já está, aos poucos, inserindo o conceito de viagem no tempo, seria interessante ver Klara sendo inserida na equipe - especialmente quando lembramos que, nas HQs, ela sofreu um grande baque com a adaptação a novos costumes culturais.

Imagem de capa do item

Julie Power

O romance entre Karolina Dean e Nico Minoru é algo que muitos fãs esperavam ver nas HQs há anos. Felizmente, a série já trouxe isso já em sua primeira temporada - o que inclusive fez com que a Marvel transformasse as duas em um casal nos quadrinhos. Mas as coisas ainda podem ficar difíceis...

Nas HQs, Karolina acaba desenvolvendo um relacionamento com Julie Power, uma ex-integrante do Quarteto Futuro. Seria interessante ver a personagem introduzida na série, e como sua participação pode mudar a dinâmica do relacionamento de Karol e Nico.

Imagem de capa do item

Xavin

Falando em outros possíveis romances para Karolina Dean, jamais poderíamos nos esquecer de Xavin, o príncipe dos Skrull ao qual foi prometida a mão da heroína, antes mesmo dela nascer. Ele veio a Terra para reclamar seu direito, mas acabou se apaixonando realmente por ela.

Ciente de que Karolina era uma mulher lésbica, Xavin aproveitou seus dons metamórficos para se transformar em uma mulher, adequando-se à sexualidade de sua amada. Caso fosse adaptado na série, seria um excelente modelo de personagem não-binário, além de ser nosso primeiro contato com os Skrulls, antes mesmo de Capitã Marvel.

Imagem de capa do item

Victor Mancha

Ame-o ou odeie-o, mas Victor Mancha já conquistou seu direito de ser um dos maiores membros dos Fugitivos de todos os tempos. Ele é uma espécie de ciborgue, possuindo a capacidade de disparar raios de energia eletrostática e domínio sobre redes e sistemas digitais.

O mais curioso de tudo isso é que ele é filho "biológico" de Ultron - o que o adequa à equipe, já que também é filho de um super-vilão. No entanto, na série, ele poderia acabar sendo adaptado como filho de AIDA, a androide que todos nós conhecemos e amamos em *Agentes da S.H.I.E.L.D.

Imagem de capa do item

Heroína

O mais interessante sobre a história de Victor Mancha é que, no futuro, ele acaba se transformando um vilão sob a influência da programação de seu pai. Assim, o Vitorioso consegue destruir os Vingadores. Isso faz com que a Heroína viaje ao passado para alertar aos Fugitivos sobre esse futuro devastador.

Curiosamente, a Heroína é ninguém menos que uma versão futura de Gert Yorkes, que integra os Heróis Mais Poderosos da Terra. Seria bem interessante conhecer uma versão futura dos heróis - tendo em vista que isso já "aconteceu" com Chase Stein, ainda que brevemente.

Imagem de capa do item

Os Gibborim

Nos quadrinhos, o ORGULHO - a facção criminosa composta pelos pais dos Fugitivos - é uma seita que adora a criaturas antigas como o tempo, conhecidas como os Gibborim. Basicamente, são divindades profanas, cujo desejo é reclamar a Terra e transformá-la em seu próprio "Jardim do Éden".

Eles precisam aparecer no segundo ano da série, considerando toda sua importância para a história da equipe. Contudo, se lembrarmos que Jonah está escavando algo monstruoso no coração de Los Angeles, é bem provável que conheçamos esses gigantes colossais muito em breve...

Imagem de capa do item

Manto e Adaga

Por fim, o crossover televisivo que todos nós queremos! Nas HQs, os Fugitivos já cruzaram seus caminhos - mais de uma vez, inclusive - com a dupla Manto e Adaga. E a relação das duas equipes sempre foi bem interessante, seja quando eles eram rivais ou quando passaram a ser aliados.

Pensando no sucesso que Manto e Adaga trouxe para a Marvel e a Freeform, e considerando que as duas séries são exibidas tanto na emissora derivada da ABC quanto na Hulu, não seria nada mal esperar uma breve participação de Tyrone Johnson e Tandy Bowen ao lado do sexteto.

Imagem de perfil
Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Demon to some... angel to others (ele/dele) || @gus_fiaux