Capa da Publicação

10 Motivos pelos quais você deve jogar o novo God of War!

Por Guilherme Souza

Chegou às lojas no último dia 20 o aguardado novo jogo da franquia God of War. Com a proposta de transportar Kratos para uma nova região e uma nova mitologia, o jogo é recheado de surpresas e apresenta elementos interessantíssimos.

Por mais que as críticas especializadas tenham sido, na grande maioria, extremamente positivas, algumas pessoas ainda podem estar em dúvida sobre a decisão de adquirir ou não o novo jogo.

Pensando nisso, separamos alguns motivos pelos quais você deveria adquirir esse novo e incrível jogo.

Imagem de capa do item

É God of War

A franquia God of War já mostrou seu poder ao longo dos anos, e isso fica ainda mais claro no quarto jogo da cronologia principal.

Com a proposta de mudar totalmente a franquia, o novo título chega aos consoles, provando que é possível fazer com que a franquia se mantenha interessante e renovada, mesmo depois de tantos títulos já lançados.

Imagem de capa do item

A História

Dando continuidade aos eventos de God of War 3, a história do novo jogo mostra Kratos vivendo nos países nórdicos e aposentado de seus dias como general espartano.

Além disso, temos a inclusão de um novo e surpreendente personagem, Atreus, filho de Kratos, que com certeza será muito importante para o futuro da franquia.

Imagem de capa do item

Kratos

Kratos está muito diferente de suas versões anteriores. Vemos o herói muito mais contido e de certa forma, cansado.

Mais velho, Kratos agora preza pelo bem-estar de seu filho e busca se afastar de problemas, mesmo que eles sempre acabem encontrando-o. Apesar disso, o espartano ainda mostra que consegue enfrentar grandes desafios e que é merecedor do título de Deus.

Imagem de capa do item

Atreus

Atreus, filho de Kratos, é um personagem extremamente carismático. Mas além disso, vemos ali um possível substituto para Kratos no futuro.

A relação entre pai e filho ao longo do jogo é uma das melhores coisas, já que Kratos parece ter se esquecido como é criar um filho com amor, e mais importante ainda, o brucutu coloca a todo momento a vida de Atreus à frente da sua, o que é algo extremamente novo.

Imagem de capa do item

Mimir

O sábio (e tagarela) Deus Nórdico Mimir desempenha um importante papel na história do novo God of War. Mas além disso, ele também é um ótimo alívio cômico.

Diferente dos jogos anteriores, o novo God of War não é apenas um jogo de matança desenfreada com uma pesada história de vingança, pelo contrário, temos momentos engraçados e emocionantes, que tornam o game único em relação aos demais.

Imagem de capa do item

Mitologia Nórdica

Depois de ter matado os olimpianos, Kratos buscou abrigo nas terras nórdicas como uma fuga de seu passado, mas a mudança de habitat implicou no contato com uma nova mitologia.

O trabalho da equipe de produção da franquia mais uma vez se mostra impecável, ao reproduzir personagens icônicos como os anões Brokkr e Eitri, ou até mesmo magnífica serpente Jormungand.

Além disso, temos a recriação de alguns reinos nórdicos e belíssima Yggdrasil.

Imagem de capa do item

Novas Mecânicas

Ao longo do jogo, fica claro o motivo pelo qual ele não se chama God of War 4, e sim, apenas God of War.

A sensação é de um jogo completamente novo e diferente, já que a ação frenética deu lugar a combates mais estratégicos, e uso de armas para resolver os complicados puzzles que o jogo oferece.

Como o mapa é muito grande, o jogo usa uma inteligente maneira de implementar os fast travels, através de portais que abrem caminhos pelos galhos de Yggdrasil. Outro fator que contribui bastante para a jogabilidade é a ausência de telas de carregamento, o que torna o jogo ainda mais fluído.

Imagem de capa do item

Gráficos

Os gráficos de God of War são deslumbrantes. Certos momentos são extremamente coloridos e cheios de luzes néon, que fazem com que cada frame seja literalmente uma fotografia.

Os detalhes das criaturas mitológicas e dos personagens também está muito polido, mostrando que a espera para o lançamento realmente valeu a pena.

Imagem de capa do item

Trilha Sonora

Não é preciso dizer que a trilha sonora da franquia é épica, mas no novo título da franquia, mais uma vez somos surpreendidos.

Deixando de lado os cantos e melodias gregorianas, Bear McCeary dá lugar à melodias mais nórdicas que abraçam a história e os personagens, fazendo com que a imersão seja completa.

Imagem de capa do item

Dublagem

O investimento na localização dos jogos fica cada vez maior, assim como a habilidade dos profissionais de dublagem nesse novo mercado.

As vozes de atores como Ricardo Juarez e Felipe Volpato são perfeitas para Kratos e Atreus, além de tornar a experiência muito mais prazerosa para os brasileiros. Uma grata surpresa acontece logo no começo do jogo, quando vemos os dubladores nacionais sendo creditados na abertura, dando um maior destaque para esses incríveis profissionais.

Imagem de perfil
Guilherme Souza

Outra grande manchete: 'Água, molhada!'