Capa da Publicação

10 histórias que deveriam ser adaptadas no próximo filme do Batman!

Por Gus Fiaux

Por mais que muitos queiram, a DC Comics não vai largar o osso do Batman tão cedo. Mesmo com a saída de Ben Affleck, o filme do Homem-Morcego ainda está sendo produzido e agora tem data para sair: 25 de junho de 2021. Porém, a editora pode dar uma variada e encontrar uma nova história do herói para adaptar.

Nos cinemas, já estamos cansados de ver os filmes incorporando apenas elementos de O Cavaleiro das Trevas de Frank Miller, especialmente quando há outras histórias espetaculares por aí, seja nos quadrinhos ou em outras mídias. Assim sendo, aqui estão 10 histórias que o próximo filme do Batman deveria adaptar!

Créditos: DC Comics

Imagem de capa do item

Silêncio

Queira você ou não, o Batman já é um personagem lendário, e que sempre será lembrado como um dos rostos mais reconhecíveis da DC Comics, dentro e fora dos cinemas. Silêncio, por sua vez, seria uma trama interessante para ser adaptada, justamente porque serve quase como uma homenagem para a mitologia do herói.

Aqui, conhecemos um vilão intrigante na figura de Tommy Elliott, alguém que possui uma relação com o passado de Bruce Wayne. Extremamente inteligente e esperto, ele produz uma trama que envolve não apenas o Cavaleiro das Trevas, mas também seus maiores aliados e inimigos, desde o Superman e a Mulher-Gato ao Charada.

Imagem de capa do item

A Corte das Corujas

A fase dos Novos 52 de Scott Snyder certamente é divisiva. No que ela erra, é um erro grotesco - mas os acertos são dignos de ovação universal. Esse é o caso de A Corte das Corujas, a história na qual Bruce Wayne descobre o segredo por trás de uma das organizações secretas mais tradicionais de Gotham City.

Seria interessante ver essa história sendo adaptada nos cinemas justamente porque coloca o vilão contra algo que não tem um único rosto ou corpo físico - em vez disso, teríamos que ver o Batman confrontando um ideal assombroso. É também uma excelente oportunidade para que possamos testemunhar mais dos dons detetivescos do herói.

Imagem de capa do item

O Filho do Demônio

Ra's al Ghul é uma figura essencial da mitologia do Batman. Curiosamente, ele já foi apresentado mais de uma vez fora dos quadrinhos, seja nas animações, em Batman Begins ou em séries como Arrow e Gotham. Mas seria bem interessante uma adaptação fiel da graphic novel que apresentou o verdadeiro poder do vilão.

Em O Filho do Demônio, conhecemos um Ra's al Ghul um pouco diferente. Ele está caçando o mesmo homem que Bruce Wayne, e isso acaba colocando um no caminho do outro. Seria interessante explorar um pouco mais a fundo a esperteza dos dois - além de já introduzir de cara Talia al Ghul, que poderia retornar em outro filme da saga.

Imagem de capa do item

O Longo Dia das Bruxas

Considerada uma das melhores histórias do Batman, a minissérie O Longo Dia das Bruxas explora o que há de melhor por trás do Cavaleiro das Trevas: seu lado investigativo e calculista, quando precisa descobrir o mistério por trás de um serial killer que mata suas vítimas com base nos vários feriados do ano.

A introdução perfeita para o Homem-Calendário, um dos inimigos mais brutais do Homem-Morcego. Assim, não apenas teríamos uma história com uma abordagem mais introspectiva, como também poderíamos fugir do clichê de vilões já usados ao máximo, como o Coringa, o Bane ou a Mulher-Gato.

Imagem de capa do item

Vitória Sombria

Já que falamos em O Longo Dia das Bruxas, outra história fenomenal muito querida pelos fãs do Batman é sua continuação, intitulada Vitória Sombria. Aqui, vemos o Cavaleiro das Trevas mais uma vez investigando a ação de um assassino em série violento e insano - mas dessa vez, trata-se do vilão conhecido como Enforcador.

O que é mais interessante aqui é que a HQ traz uma espécie de "versão definitiva" da origem do Robin - nesse caso, Dick Grayson. Seria interessante acompanharmos o Batman em seus primeiros anos, com um sidekick mascarado que luta ao seu lado, enquanto os dois precisam investigar o surgimento de um assassino bizarro.

Imagem de capa do item

Terra de Ninguém

Uma das coisas mais interessantes a respeito da mitologia do Batman é justamente sua relação com Gotham City. Cada momento da vida trágica de Bruce Wayne é marcado pela sombra da cidade e de seus habitantes, e as melhores histórias do herói sabem reconhecer isso, como a já mencionada Corte das Corujas e Terra de Ninguém.

Nessa saga, vemos o herói lutando contra o único inimigo mais implacável de sua carreira: a natureza. Aqui, o herói precisa tomar conta de sua cidade natal depois que um terremoto deixa a sociedade completamente fragmentada. Um filme desta saga poderia explorar o lado mais humano do herói, além de apresentar vários membros da Batfamília de uma só vez.

Imagem de capa do item

Morte na Família

Tudo bem que o Coringa é uma figura já saturada nos cinemas - tanto que vai ganhar seu próprio filme solo, por fora do Universo Estendido da DC Comics. No entanto, há uma questão que os fãs ainda precisam descobrir a respeito de Batman vs Superman: A Origem da Justiça: como se deu a morte do Robin.

Talvez, a melhor forma de abordar isso seja fazendo uma breve adaptação de Morte na Família, acompanhando um Bruce Wayne já adulto e que está há anos no manto do Batman, mas que precisa lidar com a morte de Jason Todd pelas mãos do Palhaço do Crime - e, como já faz parte do cânone desse universo, da Arlequina.

Imagem de capa do item

Ano Um

Dentre todas as histórias de origem do Cavaleiro das Trevas, nenhuma ficou mais consagrada do que Ano Um, escrita por Frank Miller e com a arte incomparável de David Mazzucchelli. A história segue a jornada de Bruce Wayne em seu primeiro ano como o Batman, conhecendo aliados e inimigos em Gotham City.

Por mais que a ideia de uma história de origem seja batida, o filme poderia focar-se apenas nas primeiras lutas do herói, mostrando-o como um vigilante em formação, em um mundo sem heróis. Além disso, é uma forma boa de apresentar versões mais jovens de personagens como o Comissário Gordon e a Mulher-Gato.

Imagem de capa do item

A Máscara do Fantasma

Quem disse que só os quadrinhos trazem boas histórias? A série animada do herói trouxe várias adições incríveis para a mitologia do personagem, e uma dessas adições certamente é a trama de A Máscara do Fantasma, o filme que servia de continuação para as aventuras de Bruce Wayne, enquanto enfrentava um novo inimigo misterioso.

Há anos os fãs clamam para que o Fantasma - ou melhor, a Fantasma - seja apresentada nos cinemas, como parte do cânone do personagem no Universo Estendido da DC Comics. E com uma abordagem razoavelmente mais sombria e algumas alterações na trama do longa animado, temos aqui o material perfeito para um ótimo filme do herói.

Imagem de capa do item

Arkham Asylum

A maior loucura do universo é imaginar que, em pleno 2019, a Warner Bros. ainda sequer cogitou em transformar a franquia de jogos Batman Arkham em filmes. A história está lá, toda montada através de uma trilogia excepcional e um prequel que não desaponta. E Arkham Asylum seria um ponto de partida espetacular.

Em vez de enfrentar apenas um inimigo, o Cavaleiro das Trevas teria a oportunidade de lutar física e psicologicamente com toda a sua galeria de vilões, todos detentos do Asilo Arkham. E para dar uma alterada, nem precisamos do Coringa como o vilão principal - esse papel pode ser dado ao Charada ou a Hugo Strange.

Imagem de perfil
Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Demon to some... angel to others (ele/dele) || @gus_fiaux