Capa da Publicação

10 filmes bons com vilões não tão bons assim!

Por Gus Fiaux

A ideia é relembrar dez filmes bons com vilões não tão bons assim. O antagonista não precisa ser necessariamente ruim, mas pode ter decepcionado as expectativas dos fãs ou simplesmente não foram ameaças tão grandes para os heróis, sendo derrotados muito facilmente e sem grandes momentos memoráveis. Então, vamos lá:

Imagem de capa do item

Os Vingadores - Loki

É até injusto colocar o Deus da Mentira nessa lista, visto toda a ameaça que ele representou nos dois filmes do Thor. Contudo, em Os Vingadores, o vilão tem um papel fundamental... como o responsável por unir a equipe.

Loki é o catalisador da união da equipe, porém, na hora de ser enfrentado, ele não é muita coisa. A verdadeira grande ameaça do filme é a invasão Chitauri, pois basta um Hulk enraivecido para colocar o filho de Laufey no chão (literalmente).

Imagem de capa do item

O Incrível Hulk - Abominável

À primeira vista, o Abominável é um vilão interessante, porém ele é apenas mais um entre os problemáticos vilões do Universo Cinematográfico da Marvel. Apesar de todo seu estrago, ele é apenas mais um Hulk genérico, corroborando para a ideia de que o vilão é apenas o reverso do herói.

E sejamos sinceros. Mesmo com toda a ira do Hulk, ainda é difícil acreditar que alguém com treinamento militar tenha sido derrotado de maneira tão rápida...

Imagem de capa do item

Homem de Ferro 3 - Mandarim

Homem de Ferro 3 é possivelmente o filme mais polarizado da Marvel. Há quem o ame e há quem o deteste. E grande parte disso se deve ao grande plot twist empregado no Mandarim, vivido por Ben Kingsley.

A ideia é até boa, contudo, desvirtua tudo do personagem dos quadrinhos e o torna patético, além de atrair atenção para a decepção dos fãs que acreditaram nas entrevistas de Kingsley, Downey Jr., dentre outros.

Imagem de capa do item

O Espetacular Homem-Aranha - Lagarto

O Lagarto é um vilão clássico do Homem-Aranha, tendo arcos importantíssimos ao longo da história do personagem. Infelizmente, na série de filmes, ele é o mais esquecido - não contamos com Venom, Electro e Duende Verde (Harry) nessa lista porque... bem... "filmes bons".

Os fãs esperavam um personagem verdadeiramente inteligente ou selvagem ao extremo, como ele já foi diversas vezes nos quadrinhos. Infelizmente, o que conseguimos foi algo no meio, que não representa lá a maior das ameaças. Uma pena, e mais ainda saber que jamais veremos aquela versão se desenvolver e se tornar algo realmente interessante.

Imagem de capa do item

Guardiões da Galáxia - Ronan, o Acusador

Mais um vilão extremamente desperdiçado, Ronan, o Acusador é um dos maiores oponentes e aliados Kree que já existiram nos quadrinhos. Sua participação em séries como Aniquilação e Infinito é fundamental. Contudo, nos cinemas...

Ronan teve seus momentos marcantes. Sua cena de apresentação é fantástica. Contudo, não passa muito disso. Ele é um personagem que tem cenas ótimas, mas seu arco é mal-aproveitado e a forma com a qual ele foi descartado ao final do filme é penosa.

Imagem de capa do item

Vingadores: Era de Ultron - Ultron

Quem lê quadrinhos há um bom tempo sabe que Ultron é um dos maiores vilões dos Vingadores, e isso se deve à sua malícia, sua frieza e completa falta de humanidade, ainda que o personagem entre em complexos paradoxos.

Contudo, nos cinemas, a tentativa de humanizar o personagem o deixou um tanto quanto falho. O humor empregado nele, para muitos fãs, não funciona e ele não passou o perigo que um vilão com sua fama devia passar.

Imagem de capa do item

Wolverine: Imortal - Samurai de Prata

Depois de X-Men Origens: Wolverine, o segundo filme solo do mutante canadense veio e trouxe uma proposta legal, conseguindo até mesmo se redimir o filme anterior. Contudo, a grande reclamação a respeito do filme gira em torno do seu terceiro ato e do antagonista, o Samurai de Prata.

O filme constrói um suspense altamente previsível a respeito da identidade secreta do vilão, e no final, ele é derrotado de forma bem simplista e sem nenhum profundo desenvolvimento de personagem.

Imagem de capa do item

Thor: O Mundo Sombrio - Malekith

Depois de um menosprezado primeiro filme, Thor ganhou sua segunda chance nos cinemas em Thor: O Mundo Sombrio. Porém, sem Loki como vilão, quem conseguiria barrar novamente do Deus do Trovão? Christopher Eccleston foi escalado, e os fãs ficaram em polvorosa, loucos para ver sua interpretação de Malekith, o Amaldiçoado.

E no final, todos se decepcionaram. O personagem é genérico e mal construído, com motivações imbecis e sem nenhuma importância dentro do contexto do MCU além de apresentar o Éter.

Imagem de capa do item

Batman: O Cavaleiro das Trevas - Bane

Bane é um vilão que divide opiniões. Ele certamente é uma ameaça gigantesca para o Cavaleiro das Trevas e Gotham City, visto todo o terror que ele conseguiu causar na cidade durante a ausência de Bruce Wayne.

Entretanto, depois da revelação do plot twist do filme, muitas pessoas passaram a considerar Bane apenas um capacho. Dessa forma, há quem desconsidere todo o filme por causa dele... o que particularmente, eu acho um absurdo.

Imagem de capa do item

Homem-Formiga - Jaqueta Amarela

Tudo bem que ninguém esperava muito do vilão de Homem-Formiga, até porque o próprio filme foi uma grata surpresa para os fãs. Contudo, dessa vez, a Marvel conseguiu se superar... com mais um reverso genérico do herói.

O Jaqueta Amarelo é um vilão caricato sem o mínimo desenvolvimento de personagem... e cuja única coisa realmente memorável é seu traje high-tech.

Imagem de perfil
Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Demon to some... angel to others (ele/dele) || @gus_fiaux