Capa da Publicação

10 fatos e curiosidades sobre Jeremy Renner, o Gavião Arqueiro!

Por Marie Bakhuizen
Imagem de capa do item

Família

Jeremy Lee Renner nasceu no dia 7 de janeiro de 1971 em Modesto na Califórnia.

Sua mãe chama Valerie, e seu pai, Lee administrava o McHenry Bowl, um boliche na década de 80.

Seus pais se casaram na adolescência e se separaram quando Jeremy tinha dez anos.

Ele é o mais velho de cinco irmãos, duas meninas e três meninos.

Imagem de capa do item

Atuação

Jeremy começou a atuar no colégio como uma forma de expressar todas as frustrações pelas quais estava passando.

"Eu tocava bateria, tinha um mullet, andava de moto, pegava as gatinhas, só me divertia. Mas muita coisa aconteceu enquanto eu crescia - vários divórcios, separações, mudava de cidade e escola todo ano - tudo isso começou a me desgastar. O palco se tornou um lugar onde podia expressar meus sentimentos, pois em casa não havia como eu fazer isso. Era um meio deu me esconder num personagem e expressar raiva e tristeza, e eu criava personagens muito perturbados e complicados."

Imagem de capa do item

Maquiador

Antes de sua estreia em Hollywood, Jeremy era um maquiador e com esse trabalho pagava suas contas enquanto realizava testes para diferentes papéis.

"Eu era um maquiador, sabia maquiar por causa do teatro. Eu sabia pintar e desenhar, então pensei 'Ok, vou maquiar as meninas o dia todo.' Tinha bastante tempo livre para ir aos testes quando precisava, porque eu só tinha que trabalhar algumas horas por semana. Não tinha que atender mesas (ser garçom), então era um emprego muito legal."

Imagem de capa do item

Dahmer

Jeremy teve seu primeiro grande papel interpretando o assassino Jeffrey Dahmer no filme Dahmer de 2002.

Após interpretar o personagem ele teve dificuldade em conhecer novas pessoas e arranjar uma nova namorada.

"Depois de interpretar Jeffrey Dahmer, um cara que era um monstro, as coisas começaram a ficar meio estranhas. Meu gato foi roubado. Ume menina me mordeu num bar porque eu não estava prestando atenção nela e tive que ir ao hospital. Fiquei solteiro por um tempo, havia pessoas que queriam sair comigo, mas provavelmente pessoas com quem eu não deveria me encontrar."

Imagem de capa do item

Stuntman

Jeremy não usou dublês nas gravações de O Legado Bourne e admite ter realizado todas as cenas, lutas e acrobacias.

"Tudo que você viu no filme, eu fiz. A maioria das acrobacias você pode ensaiar... e eu havia acabado de gravar Missão Impossível e depois Os Vingadores, então estava bem treinado em diversos estilos. O que tive que me preparar para Bourne foram as lutas. Não tem como fingir, usar um dublê ou computação gráfica. É importante para o público ver que sou eu na cena, então eu tinha que ser capaz de fazer, e trabalhei muito. Mesmo com muito preparo, quando chega a hora ainda é um grande desafio."

Imagem de capa do item

Viagra

Durante entrevista num talk show, Jeremy contou que precisava dormir num longo voo, mas que lhe deram viagra ao invés de remédio para dormir!

"Tive que voar de Londres para um jantar em Los Angeles, e depois voltar direto para Londres. O voo dura de 10 a 12 horas, e assim que saísse do avião tinha que ir trabalhar, então teria que dormir no avião. Alguém me deu um remédio para dormir, mas quando tomei percebi que nada estava acontecendo - mas de repente senti que 'algo' estava acontecendo! Peguei outro comprimido e vi que tinha um V estampado. Então além de não conseguir dormir, ainda houve um 'acampamento'....."

Músico

Jeremy sempre foi um músico, mas optou pela atuação como carreira profissional, mas eventualmente ele leva seu lado musical para Hollywood, de forma discreta.

Ele cantou "I Drink Alone" em Terra Fria e "American Pie" e "Good Ole Rebel" em O assassinato de Jesse James pelo covarde Robert Ford.

"Comecei quando jovem como baterista, depois passei pra guitarra e piano, para que pudesse compor. Sempre fui um cantor, mas meu foco sempre foi minha carreira de ator como forma de sustento. A música é algo pessoal. A indústria do cinema é muito difícil, mas a indústria da música é impossível. Então eu toco em bandas e gravo e toco músicas com outras pessoas, mas para mim é uma forma de expressão onde só preciso de mim mesmo. Não preciso de câmeras ou agentes, me satisfaço só cantando e tocando piano."

Imagem de capa do item

Esposa e filha

Jeremy se casou com a modelo canadense Sonni Pacheco em janeiro de 2014.

O casal tem uma filha, Ava Berlin, nascida em março de 2013.

Sonni entrou com um pedido de divórcio em dezembro de 2014 citando diferenças irreconciliáveis.

Imagem de capa do item

Oscar

Jeremy foi indicado na categoria de Melhor Ator no Oscar de 2010 pelo filme Guerra ao Terror.

Em 2011 ele foi indicado na categoria de Melhor Ator Coadjuvante pelo filme Atração Perigosa.

Guerra ao Terror foi o grande vencedor do Oscar de 2010, nas categorias de Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Roteiro Original, Melhor Edição, Melhor Mixagem de Som e Melhor Edição de Som.

Imagem de capa do item

Gavião Arqueiro

Jeremy interpretou seu primeiro grande super-herói em Os Vingadores.

"Os Vingadores foi o primeiro grande filme para o qual fui contratado. Meu amigo Zak Penn era um dos roteiristas. Tive uma reunião com o produtor Kevin Feige e o Zak insistia 'Vocês tem que contratar o Renner.'"

O Gavião Arqueiro é um dos poucos personagens principais de Os Vingadores a não ter um filme solo.

"Sempre tive interesse num filme solo, eu amo o Clint. Em Os Vingadores 2: Era de Ultron, mais detalhes do personagem são revelados. Estou muito animado com o resultado e onde isso pode levar o personagem no futuro."

Os Vingadores 2: Era de Ultron estreia dia 23 de abril nos cinemas!

Imagem de perfil
Marie Bakhuizen

Jornalista, correspondente internacional da Legião dos Heróis!