Capa da Publicação

10 coisas que a SEGA quer que você esqueça sobre o Sonic!

Por Gus Fiaux
Imagem de capa do item

Sonic SatAM

De todos os seriados para a TV baseados na série de jogos, SatAM provou ser o mais inconveniente para a SEGA. Na intenção de trazer algo mais sombrio, muito se perdeu da magia do personagem e seu mundo colorido e mirabolante, e a adição de personagens de fora da série acabou confundindo os fãs e criando linhas cronológicas não-canônicas.

Imagem de capa do item

Sonic teria uma companheira humana

Uma das respostas da SEGA para a Nintendo era fazer algo parecido com o que foi feito na franquia do Mario: adicionar personagens humanos e animalescos em várias proporções. Disso surgiu Madonna. A ideia foi abandonada devido à utra-sexualização da personagem. Até porque a ideia de algo como um casal humana-ouriço meio que repeliria os pais.

Imagem de capa do item

As principais características do Sonic foram inspiradas pelo Mario

A SEGA criou o ouriço originalmente pois achava o Alex Kidd um personagem ultrapassado. E devido a crescente competição com a Nintendo, que havia emplacado com o encanador bigodudo. Muitos testes foram feitos, e assim surgiu Sonic, que acabou puxando muito do mascote da empresa rival. Um exemplo é a própria palheta de cores utilizada nos dois personagens.

Imagem de capa do item

Majin Sonic

A SEGA sempre teve o cuidado de lançar várias mensagens escondidas e divertidas nos games do personagem. Podemos aqui citar a imagem do Sonic numa versão em anime.

Porém, uma imagem semelhante a essa foi vista em alguns jogos do personagem, após aplicar um código. Até aí, nada demais, certo? Porém, foi constatado a aparição da palavra Majin (algo que é sempre relacionado a demônio/diabo), o que implicou em várias teorias que apontavam para o herói como uma criação satânica.

Imagem de capa do item

Shadow the Hedgehog

O jogo focado num dos vilões/anti-heróis da franquia nem é ruim, comparado a muitas outras coisas feitas na série. Entretanto, não foi o mecanismo ou o gameplay que causou estranheza aos jogadores, e sim a violenta história, que inclusive se aproveitou do uso de armas de fogo.

Imagem de capa do item

A linguagem ofensiva de Sonic Lost World

Apesar dos gráficos coloridos e de ser um dos melhores jogos recentes do ouriço, Lost World encontrou um empecilho na classificação indicativa: sua linguagem, considerada ofensiva para jogadores menores.

Imagem de capa do item

Sonic The Hedgehog (2006) é um dos piores jogos da franquia.

Alguns podem tentar argumentar. Mas até mesmo eles sabem que é verdade. A empreitada para PS3 e XBox não funcionou...

Imagem de capa do item

Pricesa Elise

Outra atrocidade causada pelo Sonic de 2006. E como não esquecer a famigerada cena do beijo. É basicamente como ignorar o porquê da não-existência de Madonna.

Imagem de capa do item

A era sombria do Sonic

Quatro anos. Quatro anos em que cada jogo lançado era duramente criticado. Até mesmo os menos piores, como Black Knight e Secret Rings geraram controvérsias entre os fãs...

Imagem de capa do item

O personagem está se tornando irrelevante

Apesar de difícil de aceitar, é a mais dura verdade.

O personagem está entrando no mesmo pretexto que Alex Kidd. E diferentemente de franquias como Mario, o personagem tem porcarias demais na lista de coisas feitas para pesar na balança contra as coisas positivas. Esperamos, ao menos, que a SEGA não desista tão cedo do personagem.

Imagem de perfil
Gus Fiaux

Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Crítico, roteirista e mago nas horas vagas. Demon to some... angel to others (ele/dele) || @gus_fiaux